Saiba mais sobre o Dia nacional da Umbanda – 15 de Novembro

0
1273
dia nacional da umbanda

Celebra-se em 15 de Novembro o Dia Nacional da Umbanda, uma religião  totalmente brasileira que teve sua origem fundada em características e qualidades de outras religiões. E é por isso que a Umbanda é uma expressão de harmonia, pois une todas as pessoas em uma só energia, com a intenção de propagar sempre a paz espiritual e o amor ao próximo.

Receba as Mensagens Divinas Dos Orixás Por Especialistas em Jogo de Búzios Online. CLIQUE AQUI

O nome Umbanda em sua composição, vem do termo “curandeiro”. E seus cultos são realizados em terreiros, centros ou até mesmo em templos. Onde todos os praticantes da religião tem a oportunidade de se desenvolver espiritualmente.

Se você está procurando consultas que te ajude a se desenvolver através do caminho do autoconhecimento, aproveite para conhecer nossos consultores que atendem com os Búzios. Clique aqui e confira!

História da Umbanda

A história conta que no dia 15 de novembro de 1908 um espírito teria se manifestado pela primeira vez em um médium de apenas 17 anos de idade. Seu nome era Zélio Fernandino de Moraes, e nessa mensagem ele teria sido instruído a criar um culto religioso que ficou conhecido como Umbanda.

Zélio sofria de uma paralisia que nenhum médico da época conseguia explicar. Um amigo da família o indicou para frequentar a Federação Espírita do Rio de Janeiro e foi nesse local que o jovem foi manifestou uma entidade que se intitulou como o “Caboclo das Sete Encruzilhadas” momento em que ele anunciou a fundação da nova religião no país.

A principal diferença do arquétipo da Umbanda para a tradição espírita é que nela os espíritos que até então eram considerados “menos evoluídos” pelos kardecistas teriam um espaço garantido para ajudar as pessoas na evolução espiritual. Índios (os chamados na religião por caboclos), espíritos de escravos africanos e mesmo de crianças também tinham muito a ensinar.

Durante muito tempo a Umbanda foi discriminada e sofria com repressões policiais e com o preconceito da sociedade brasileira. Mas, com o tempo essas ações foram diminuindo, até sua consagração em 2012 com a Lei 12.644.

A laicidade do Brasil também apontou para o respeito à pluralidade religiosa. O movimento modernista que iniciou com a Semana de Arte Moderna de 1922 também voltou os olhos brasileiros à valorização da cultura brasileira, que tinha muitas de suas raízes voltadas para a cultura africana e também indígena.

Como crítica ao parnasianismo – ou à poesia formal e normativa – o movimento literário, artístico e cultural também foi uma das molas propulsoras ao respeito ao pluralismo e à diversidade religiosa.

Na visão desta religião, o universo tem inúmeros guias e entidades espirituais que fazem a mediação entre o mundo dos homens e de Deus. A pessoa iniciada, ou o médium, é a responsável por essa linha entre os dois mundos.

Desde o seu nascimento, com base em diferentes crenças religiosas, até os dias atuais, a Umbanda cresceu como uma religião estruturada, que adquiriu e adquire diversos adeptos ao longo dos anos. Por isso, perceber a importância de sua fundamentação na construção dos processos socioculturais brasileiros é essencial.

Religiões que inspiraram a Umbanda

As principais religiões nas quais o conceito umbandista baseia-se são: Espiritismo, Candomblé, Catolicismo e tradições Caboclas.

Decreto de Lei 12.644

No dia 16 de maio de 2012 a então Presidente Dilma Rousseff oficializou o dia 15 de novembro como o dia da Umbanda no país através da Lei  de número 12.644. A data já era comemorada como sendo o dia da religião há muitos anos e a escolha do dia foi uma decisão das Entidades Federativas do Rio de Janeiro, quando ocorreu a primeira Convenção Anual do Conselho Nacional da Umbanda.

Diferença entre Umbanda e Candomblé

As principais diferenças decorrentes da Umbanda e do Candomblé:

  • a Umbanda faz cultos para Orixás e falanges e o Candomblé geralmente aos Orixás (algumas nações cultuam também outros espíritos);
  • a origem entre as duas religiões (o Candomblé é de origem africana, – embora tenha mudado muito no Brasil devido a escravidão – já a Umbanda é brasileira);
  • na vertente do Candomblé existe o sacrifício de animais, na Umbanda não;
  • as cantigas são diferentes nos cultos, geralmente na Umbanda as músicas são em português;
  • diferença na forma como os Orixás são apresentados nos rituais.

Linhas de Trabalho

Confira como elas se dividem:

Hino da Umbanda

“Refletiu a Luz Divina
Com todo seu esplendor
É do reino de Oxalá
Onde há paz e amor
Luz que refletiu na terra
Luz que refletiu no mar
Luz que veio de Aruanda
Para tudo iluminar

A Umbanda é paz e amor
É um mundo cheio de Luz
É a força que nos dá vida
É a grandeza que nos conduz

Avantes, filhos de fé
Como a nossa lei não há
Levando ao mundo inteiro
A bandeira de Oxalá

Levando ao mundo inteiro
A bandeira de Oxalá”

No dia 15 de Novembro além de comemorarmos o dia de uma religião de luz, também nos permitimos despertar uma consciência maior sobre a energia do mundo e a nossa paz espiritual. A Umbanda prega através do autoconhecimento a verdadeira cura do ser humano, aquela que acontece de dentro para fora.

Saiba quais são os caminhos que a vida te levará, com ajuda dos Odús. Clique Aqui e Confira!

Receba Aqui as Melhores Orientações Transmitidas Pelo Poder Dos Odús

Avalie esse post!