Tudo Sobre Oxalá – O Pai, Criador dos Homens

Pai dos homens, criador da humanidade, Oxalá é o pai de todos. Muito sábio e benevolente com os filhos, ele os leva pelos caminhos da vitória. Ele é regente do Trono da Fé, ou seja, está associado a todos os assuntos que envolvam a Esperança e a Confiança em Deus.

Oxalá é o primeiro filho de Olorum, o Orixá mais velho. Devido a sua posição ele se tornou meio prepotente e exigente, sendo assim muito teimoso e perfeccionista. Sempre consegue o que deseja através de suas estratégias e capacidade de raciocínio.

Ganhe desconto em sua primeira consulta esotérica online!

RECEBER BÔNUS >

Esse Orixá possui duas características bem distintas, e juntos orientam quem os busca com a força de batalha para alcançar seus objetivos de vida.

História de Oxalá

Oxalá Oxalufã e Oxalá Oxaguiã

Oxalá tem duas qualidades muito importantes que norteiam todas as suas características e a de seus filhos.

Oxalá Oxalufan – é o Oxalá mais velho, seu templo é em Ifon. Esse Oxalá anda curvado por causa do tempo, os anos lhe pesam no corpo, ele é vagaroso como um idoso com dores. É o Opaxorô que o sustenta, um bastão de metal branco com a imagem de um pássaro. Está diretamente ligado com a tranquilidade, paz, sabedoria e paciência.

Oxalá Oxaguian – Oxaguiã é o filho de Oxalufã, um Orixá jovem, forte e guerreiro. Seu principal templo é o Ejigbo. Em suas mãos estão o escudo, espada, mão de pilão e polvarim. Oxaguiã é o Orixá responsável por encorajar seus filhos nas lutas diárias para que eles possam superá-las. É dinâmico e está sempre em movimento, ele rege a inovação. Sua comida favorita é o inhame (por isso criou o pilão) e seu nome é derivado justamente de seu prato preferido: Orixá comedor de inhame pilado. De características severas, Oxaguian é quem motiva com espírito de luta e vontade de vencer.

Oxalá e a Criação do Homem

Oxalá é o Orixá mais velho, filho de Olorum, e foi a ele que seu pai confiou o saco de criação, para que pudesse criar o mundo. Mas, como todo Orixá, Oxalá deveria seguir alguns procedimentos para fazer o ritual de criação. Ele, muito altivo e presunçoso, recusou-se a fazer uma grande oferenda, achando que por ser o Orixá mais velho isto não era necessário. Exú – o responsável por fiscalizar a entrada do mundo do Além – não gostou nem um pouco da falta de respeito de Oxalá, e quando ele passou pelo local o fez sentir uma grande sede que o obrigou a furar uma palmeira com o seu Opaxorô.

Um líquido vermelho e delicioso começou a sair da árvore e Oxalá o bebeu até se embebedar e adormecer, o que ele não sabia é que esta bebida era vinho de palma. Enquanto dormia, seu irmão e maior rival Oduduá passou por ele e roubou o saco da criação, o levando até Olorum e contando o que aconteceu com Oxalá. Olorum então permitiu que Oduduá criasse o mundo. Assim, fez toda a oferenda e a primeira cidade a surgir foi Ifé, e Oduduá tornou-se seu rei.

Ao acordar, Oxalá indignado por não estar com o saco da criação foi falar com Olorum, como castigo ele foi punido a nunca mais poder beber vinho de palma e nem usar azeite de dendê. Mas, tocado pela frustração de Oxalá, o permitiu como consolo em criar o homem a partir do barro, onde Olorum sopraria a vida.

Oxalá se empenhou na tarefa, mas não acatou todas as ordens do seu pai, e bebia escondido o vinho de palma. Por isso algumas pessoas nascem com deficiências físicas ou albinas por não ficarem no forno de Oxalá o tempo certo para cozinhar.

Histórias de Oxalá e Exú

Lenda 1

Oxalá decidiu visitar seu filho Xangô, Ifá o alertou que ele correria riscos durante a viagem e para que levasse consigo 3 roupas limpas, sabão, ori e que não brigasse com ninguém no caminho. Logo no início do caminho ele se encontrou com Exu Elepo, que o sujou de dendê quando o abraçou, lembrando do conselho ele se acalmou, tomou banho e trocou de roupas a despachando com o ori. Mais a frente Exu Eledu cruzou o seu caminho o sujando de carvão, e por último Exu Aladi o sujou com óleo de caroço de dendê, mas ele não se limpou. No caminho ele viu um cavalo que havia dado de presente para Xangô e ao chegar perto os guardas acharam que ele era um ladrão e o prenderam. No período em cárcere de 7 anos, o mundo sofreu muito, secas surgiram, mulheres não conseguiam engravidar, então Ifá alertou Xangô de que algum inocente estava preso. Ao revistar as celas, Xangô encontrou seu pai e o libertou.

Lenda 2

Oxalá e Exú vivem se atacando, em uma reunião com os Orixás Oxalá deu um tapa muito forte no rival, que caiu longe e todo machucado, mas no instante em que se levantou ele já estava curado. Não satisfeito, ele bateu em sua cabeça, deixando Exú anão, mas o mesmo se balançou e voltou ao normal. Inconformado Oxalá pegou-o pela cabeça e o chacoalhou, deixando a cabeça dele gigantesca. Ao soltá-lo, Exú passou a mão na cabeça e ela voltou ao estado normal no mesmo instante. A disputa dos dois continuou até que quando o Exú se irritou e  tirou de dentro de sua cabeça uma cabacinha, e soltou uma fumaça branca sobre Oxalá, que perdeu toda sua cor. O Orixá então começou a se esfregar como Exú fazia, mas não conseguiu retornar ao normal. Oxalá arrancou de si o próprio Axé e o soprou sobre Exú, que com isso ficou pacífico, e deu a cabacinha mágica para Oxalá (que passou assim a ter domínio para a criação do branco).

Qualidades de Oxalá

Oxalá OxalufãVelho e sábio
Oxalá OxaguiãJovem e guerreiro
Oxalá AkireBravo guerreiro que deixa surdo e mudo quem o desafia
Oxalá Alase Salvou o mundo da seca, fazendo chover
Oxalá LejugbeGosta de carne branca, é indeciso e lento
Oxalá OkoOrixá da Agricultura
Oxalá OjagemoDedica-se a ele a festa anual de Edé
Oxalá EtekoAnda ao lado de Oxaguiã e é inquieto
Oxalá OrinxaláCasado com Yemanjá

Oferendas para Oxalá

Se você procura por harmonia e equilíbrio em sua vida, então sua oferenda tem que ser direcionada a Oxalá. Faça um banho de descarrego, use uma roupa clara e evite pensamentos pesados e carregados.

As quizilas de Oxalá são: Azeite de dendê, vinho de palma, muito sal, pimenta, pombo, sangue e roupas escuras.

Frutas para Oxalá

Materiais: 4 pêras, 3 cachos de uva Itália (não pode usar uva escura), mel para regar, 500 ml de água mineral e 1 vela branca.

Modo de Fazer: coloque as uvas no centro, as 4 pêras envolta regue tudo com mel, jogue a água envolta em movimento circular e acenda a vela.

Canjica Branca para Oxalá

Materiais: 1 rosa branca, 200 grs de canjica branca mal cozida e fria, 1 vela branca e 500 ml de água mineral.

Modo de Fazer: faça um montinho com a canjica e coloque a rosa branca no topo, coloque a água mineral envolta e acenda a vela.

Dia de Oxalá

O seu dia da semana é a sexta-feira. E o dia de comemoração é 25 de dezembro.

Cores de Oxalá

A cor característica de Oxalá é o branco, todas as suas qualidades estão sempre com a mesma cor.

Características das Filhas e Filhos de Oxalá

Oxalá se divide em duas personalidades, seus filhos também possuem essas características diferentes que modificam todo o seu modo de viver e agir em sociedade:

Filhos e Filhas de Oxalufã

Devido a aparência do pai, os filhos de Oxalufã tem aparência de mais velhos. São sábios e não guardam rancor pois sabem que sentimentos ruins só causam a própria destruição. Tem um gênio muito calmo e tranquilos, são amáveis, mas não tente enganá-los: eles não serão passados para trás. São perfeccionistas e exigem a mesma postura de quem convive com eles.

É muito difícil tirar um filho de Oxalufan do sério, com sua paciência para analisar qualquer situação eles se mantêm equilibrados e são muito assertivos em suas escolhas. São pessoas que demonstram um maior amadurecimento desde jovens. O ponto negativo é a teimosia, acham que sempre estão certos e costumam fugir de problemas que não acham importantes fazendo com que vire uma bola de neve.

Filhos e Filhas de Oxaguian

Teimosos e líderes natos. Essas são as principais características dos filhos de Oxaguian. Eles podem ser comunicativos e adorar uma briga ou calmos e muito apegados a família. Essas duas características totalmente contraditórias são descendentes do braço deste Orixá, pois numa mão ele carrega a espada, e na outra o pilão.

Eles são guerreiros, lutadores, geniosos românticos, sensuais e muito intuitivos. Defendem os injustiçados e são muito simpáticos e engraçados.

Sincretismo de Oxalá

O sincretismo de Oxalá é Jesus Cristo. Isso se deve ao fato de Cristo ser o filho do Deus maior, assim como Oxalá. Eles são a representação do branco com seu simbolismo de pureza espiritual, amor, sabedoria e bondade. Jesus ama os homens como seus próprios filhos e intercede por eles a todo momento, sempre com muita paciência procurando o melhor de cada um para poder colocá-lo no caminho certo. Assim como Jesus é fundamental para a história do cristianismo, Oxalá é vida para a Umbanda e Candomblé.

Oração a Oxalá

Oxalá!

Divina manifestação do Bem,
Senhor da perfeita Sabedoria e do Bendito Amor,
Ó ! Vós que recebei o poder do supremo Doador para tudo e todos.
Protegei-nos das ciladas ilusórias do mundo enganador,
Despertai-nos para a realidade da vida imortal,
Sois a imaculada irradiação do Altíssimo,
Vosso nome é só mavioso e compassivo,
que nos guia; com ternura e esperança, para a Aruanda – Cidade de Luz.
Ai de nós empedernidos, na mais grosseira materialidade,
Afogados em sentimentos inferiores,
Rogamos contritos pela salvação da nossa consciência.
Junto a Vós, trilharemos por caminhos iluminados,
Porque sois a divina pureza, acolhedora e misericordiosa.
Santo Nome, envolvei-nos em sentimentos fraternos
de real amor, a fim de chegarmos até Vós,
Oxalá ! Tende pena de nós, tende compaixão…
Êpa, êpa, Babá Oxalá!

Saudação a Oxalá

A saudação a Oxalá é: ÈPA BÀBÁ !

Significa uma referência de admiração honrosa a presença do Pai.

Oxalá é a presença da força que buscamos no momento dos desafios, a sabedoria e coragem necessária para enfrentarmos os obstáculos em nosso caminho. É pai e filho, é o responsável por nossa criação e pela vida do mundo.

Veja as respostas dos guias espirituais e Orixás e ganhe até R$20 de bônus

CLIQUE AQUI >

Tudo Sobre Oxalá – O Pai, Criador dos Homens
5 (100%) 2 votes
Compartilhe!
Share

Você Também Pode Gostar De: