Início Espiritualidade Cristianismo Conheça mais sobre a Sagrada Família – A caridade e fé

Conheça mais sobre a Sagrada Família – A caridade e fé

0
13053
Sagrada Família

Celebra-se no primeiro domingo após o Natal, o dia da Sagrada Família, formada por Maria, José e Jesus Cristo. Tudo começou com o papa Leão XIII que instituiu como uma data sagrada, e logo após foi estendida pelo papa Bento XV.

Abra seus Caminhos AQUI com a Orientação dos Melhores Especialistas em Salmos

Esse dia representa toda a vida de Jesus em relação a sua família e mostra como ele foi criado por pessoas simples, mas que possuíam total fé em Deus. Representados diversas vezes nas passagens bíblicas, servem como exemplo de gratidão e amor.

A história da Sagrada Família

A repercussão da sagrada família começou a se popularizar em meados do século XVII, quando os cristãos começaram a dar uma maior atenção para algumas característica de Jesus. Ele nasceu em uma família comum, como todas as outras de diversas crianças, um exemplo disso é Maria e José, ela como dona de casa e ele que exercia a função de carpinteiro, e assim ao decorrer de suas histórias juntos receberam de coração aberto uma criança abençoada.

Portanto, diante disso todos são chamados para ter como exemplo as virtudes dessa Sagrada Família, isto é, viver em devoção e amor por Deus.

A família abençoada

Maria Santíssima: aquela que sempre seguiu os planos de Deus e nunca sucumbiu às tentações no caminho, acompanhou seu filho amado Jesus por toda sua história. Aceitou a dor da perda e confiou que Deus possuía intensões muito maiores do que ela poderia sonhar algum dia.

Maria é a perfeita mãe, aquela que se dedica e principalmente que está presente na vida de seu filho. Um exemplo disso é quando ela acompanhou todo o primeiro milagre das Bodas de Caná, dizendo a todos para que ouvissem seu filho, porque Ele sabia o que estava fazendo.

Ela também acompanhou o início da Igreja, levando para todos o Sagrado Coração de Jesus, por isso crescia em graça diante de Deus, e principalmente dos homens.

São José: um pai fiei e justo, trabalhador e que tinha toda sua fé em Deus.

Um anjo apareceu para José enquanto ele estava noivo de Maria, dizendo para ele não temer e nem duvidar dela, porque tudo que aconteceria na vida dele, seria obra do Senhor. Ele foi sempre guiado pelos anjos do Pai, uma das passagens citadas na Bíblia foi quando recebeu a ordem de fugir para o Egito e como um homem banhado de fé obedeceu e cumpriu o que foi pedido.

Sempre defendeu sua esposa e seu filho, mesmo nos momentos mais difíceis e além disso sustentava a Sagrada Família. Foi escolhido para ser Santo, e tinha a pureza de uma vida dedicada a Deus.

Jesus Cristo: aquele que profetizou o amor no coração de todos da humanidade, que entregou sua carne e sangue pelo bem de todos sem pensar duas vezes. Ele é a prova viva do amor de Deus por nós, aniquilou-se e entregou-se, assumiu toda sua condição humana para se manifestar na terra. Cristo viveu como filho humano, para escreverem sua história com ternura e fé pela eternidade.

Representações da Sagrada Família

A postura que se encontram

É a representação de pessoas que amam, respeitam e veneram.

O manto de Maria

O céu, tranquilidade, proteção celestial, poder, proteção maternal e fé.

O véu branco de Maria

Pureza e santidade.

A Túnica de Maria

Fogo do espírito Santo e indica que era mãe, com o véu branco indica que era uma ”virgem mãe”.

A roupa de José

Humildade, força, fé, simplicidade, trabalhador e valoriza aspectos de fé e firmeza.

Oração da Família Sagrada

Oração 1

Jesus, Maria, José, sagrada entre as sagradas famílias de toda a humanidade, rogai por nós. O amor do Filho, o amor da Mãe, o amor do Pai, é o caminho da verdade e da vida que nos leva para os páramos celestes, ensinando-nos o meio de nos redimirmos de todos os nossos desacertos ante o vosso sagrado exemplo. Jesus, Maria, José, que semearam a bondade entre os seres mais mesquinhos que já pisaram os mesmos caminhos que pisamos, fazei nascer em nossos corações a esperança, a fé e a caridade, para que possamos atingir um patamar mais elevado e que permita maior proximidade com o Reino dos Céus. Ó Nossa Sagrada Família, que viveu em tempos de escuridão e não se abateu, que deram seguidas mostras de como proceder em tempos difíceis, fazei de nós merecedores de vosso afeto e que um dia estejamos juntos na casa do Santíssimo. Rogai pela nossa família por todos os séculos. Amém.”

Oração 2

Jesus, Maria e José, em Vós contemplamos o esplendor do verdadeiro amor e, confiantes, a Vós nos consagramos.

Sagrada Família de Nazaré, tornai também as nossas famílias lugares de comunhão e cenáculos de oração, autênticas escolas do Evangelho e pequenas igrejas domésticas.

Sagrada Família de Nazaré, que nunca mais haja nas famílias episódios de violência, de fechamento e divisão; e quem tiver sido ferido ou escandalizado, seja rapidamente consolado e curado.

Sagrada Família de Nazaré, fazei que todos nos tornemos conscientes do carácter sagrado e inviolável da família e da sua beleza no projeto de Deus.

Jesus, Maria e José, ouvi-nos e acolhei a nossa súplica. Amém.”

Oração 3

“Mais amado Jesus, que, por tua inefável virtude e pelo exemplo de tua vida doméstica, consagrou a família que escolheste sobre a Terra. Na tua clemência, olhe por essa família humildemente prostrada perante ti, implorando tua misericórdia. Lembre-se de que esta família pertence a ti e temos a uma maneira especial de nos dedicarmos e consagrarmos. Olha-nos em tua bondade amorosa, preserve-nos de todo perigo, dai-nos ajuda na hora da necessidade e concede-nos a graça de perseverar ao final, na imitação da tua Sagrada Família, que reverenciou a ti e te amou fielmente sobre a Terra. Nós poderemos abençoar-te e louvar-te eternamente no Céu. Ó Maria, mais doce Mãe, para a tua intercessão, buscamos recurso, sabendo que teu divino Filho vai ouvir tuas orações. E tu, ó glorioso patriarca São José, assista-nos por tua poderosa mediação e ofereça pelas mãos de Maria as nossas preces a Jesus. Amém.”

Novena para Sagrada Família

Rezar durante os nove dias a Oração Inicial, depois a Oração do respectivo dia de Novena e por fim a Oração Final:

Oração inicial

“Ó Deus, Pai e Criador de todas as coisas, que preparastes para vosso Filho e Senhor nosso uma família que lhe fosse digna, concedei-nos, pelos méritos desta novena que vamos rezar, os dons necessários para minha família e eu vivermos na paz e no amor. Jesus Cristo, ensinai-me a, como vós, construir uma família feliz. Espírito Santo paráclito, infundi em mim o dom da compreensão, para conviver em união com os que me destes. Vós que sois um só Deus, eterno e santo. Amém!”

Oração Final

Sagrada Família, exemplo de fé, ensinai-me a viver a experiência da fé verdadeira e confiante, que abre a minha vida à ação de Deus. Amém.

Pai-Nosso, Ave Maria, Glória-ao-Pai
Jesus, Maria e José, aumentai a nossa fé.
Sagrada Família, Rogai por nós!”

Primeiro Dia

“Ao entrarmos na casa de Nazaré, encontramos uma família muito unida. Jesus, Maria e José sabiam que o amor que os unia vinha de Deus. José, na carpintaria, deixava transparecer toda a dedicação à sua família no trabalho que desempenhava, construindo objetos primorosos. Maria solidificava um lar feliz, sabendo que a harmonia da família passava por suas mãos no pão que preparava e no carinho que dedicava a Jesus e José. O menino Jesus, entre a carpintaria e a sua casa, aprendia amar com a dedicação de sues pais. Esse amor foi formado nas dificuldades e na confiança em Deus. Quantos obstáculos foram ultrapassados, quantas situações foram vencidas, porque entre os três reinava o pleno amor divino, pois Deus fazia parte dessa família.”

Segundo Dia

“Maria teve fé no anjo Gabriel, que lhe trouxera a Palavra de Deus, comunicando-lhe que seria a mãe do Salvador. José viveu uma experiência de fé ao ouvir de um anjo, em sonho, o que devia fazer. Ambos foram com o Menino Jesus ao Templo e ouviram as promessas que Deus anunciara a Simeão e a Ana. Esta família viveu uma fé sincera e confiante em Deus, em todos os momentos e em todas as circunstâncias. Amém.”

Terceiro Dia

“Confiando em Deus, Maria disse sim ao Senhor e José a aceitou como esposa. Confiando em Deus, ambos forma de Nazaré a Belém, acolheram com alegria Jesus na manjedoura, fugiram para o Egito e retornaram a Nazaré. Confiando em Deus, Jesus, Maria e José seguiram para Jerusalém, perderam-se e reencontraram-se.
Confiar em Deus não é apenas acreditar, mas agir e caminhar na força dessa fé.”

Quarto Dia

“O rei dos reis e Senhor dos Senhores nasceu na simplicidade. Modestos também eram a vida e os hábitos da Sagrada Família. Podemos dizer que José, Maria e Jesus viviam, trabalhavam, oravam e eram muito felizes em sua simplicidade. Tiveram a alegria de não conhecer as complicações da vida moderna e, na humilde casa de Nazaré, José e Maria formaram o Salvador da humanidade.”

Quinto Dia

“Maria de Nazaré era a Virgem, José, o carpinteiro, era o Justo. Jesus, nesta família, crescia em sabedoria, estatura e graça diante de Deus e dos homens (cf. Lc 2,52). Por isso, podemos hoje olhar essa família e chamá-la de Sagrada ou Santa. Que alegria sentiam Jesus, Maria e José ao olharem sua família, que trilhava no caminho da santidade.”

Sexto Dia

“Com que tranqüilidade o bom Deus pôde confiar missão tão importante à família de Nazaré! Com o sim de Maria e a obediência de José, Jesus teve um lar em que a disponibilidade ao serviço do Senhor e dos irmãos era a regra. Jesus realizou sua primeira missão no ventre de sua mãe, quando Nossa senhora, momentos após o anúncio do anjo, foi servir Isabel.”

Sétimo Dia

“A alegria forma os santos. Só podemos imaginar o lar de Nazaré como um lar alegre e feliz. Vivendo na simplicidade e tendo como única meta ser fiel a Deus, que outro sentimento poderia imperar em tal família? Confiando plenamente em Deus, Jesus, Maria e José estavam distantes da angústia causadas pelas incertezas. Sentindo-se uma comunidade reunida em torno do amor, podiam alegrar-se em sua confiança em Deus.”

Oitavo Dia

“Onde, senão a Sagrada família, Jesus aprendeu a orar tanto e tão bem? Vemos Jesus, em muitos momentos de sus vida pública, dedicar-se à oração, mesmo sozinho ou em comunidade. Aprendera doa pais da Terra a estar com o Pai do céu. Podemos até imaginar Maria dizendo: “Deus é teu Pai, fala com ele, Filho!”

Nono Dia

“Filho, teu pai e eu estávamos, angustiados a tua procura!”, diz a Virgem Mãe ao encontrar Jesus no Templo de Jerusalém (cf. Lc 2,18). Estas palavras resumem bem o espírito de união que reinava na Sagrada Família de Nazaré. Para onde iam, iam juntos, desde o exílio no Egito até a Páscoa em Jerusalém. Unidos pelos laços de amor, de fé e de esperança em Deus.”

Que no primeiro domingo após o Natal, seja possível a bênção recebida na missa da Sagrada Família e assim, solicitar para que entre em sua vida as graças desses Santos iluminados e o livre de todo o mal, para que sempre siga o caminho da luz e salvação!

Vença Seus Desafios de Vida Com a Ajuda de Esotéricos Experientes