Início Espiritualidade Árvore da vida cabala – Entenda como é feito o estudo das...

Árvore da vida cabala – Entenda como é feito o estudo das origens do universo e da humanidade

0
77
árvore da vida cabala
árvore da vida cabala

É muito provável que você tenha tido um pouco de dificuldade para compreender o que de fato é a cabala no texto anterior, mas aqui abordaremos uma forma prática do que é realmente a cabala. Hoje falaremos sobre a árvore da vida cabala.

No entanto, para que possamos entender o que é a cabala é necessário voltar no tempo, até a criação do universo que segundo a ciência se deu no Big Bang o Big Bang. Como se sabe, foi uma grande explosão que deu origem à matéria que formou todas as coisas que conhecemos hoje.

A árvore da vida cabala é conhecida por suas esferas são 10 esferas e cada uma dessas esferas representa uma manifestação de Deus ou de seu poder Divino. As esferas também são conhecidas como “Sephiroth” e são divididas em 3 colunas, que representam: 

Coluna esquerda – Pilar da severidade, representa o feminino;

Pilar direito – Misericórdia, representa o masculino;

Parte central – Equilíbrio, que modera a energia dos outros dois pilares. 

E também são divididas em quatro grupos, que são:

  • Atziluth – Espiritual
  • Beriah – Mental
  • Yetzirah – Emocional 
  • Asiyah – Físico

Se você deseja entender melhor como funcionam os processos de cura do corpo, da alma e da mente usando os oráculos, faça uma consulta e melhore suas experiências de vida. 

Quero melhorar minha vida e encontrar a cura para meu coração e mente!

Índice – Árvore da vida Cabala

Estrutura da Árvore da vida Cabala

Todavia, antes de entender a ordem dessas esferas precisamos entender a origem do universo. Segundo os estudos da cabala antes do universo ser criado, tudo o que existia era Deus e estava em Deus, ou seja, podemos entender que a única coisa existente era Deus. 

Entretanto, em certo momento ele decidiu criar um universo e para isso ele não criou um novo espaço mas retraiu-se para dentro de si mesmo criando então um grande vácuo. Então, para poder dar origem às coisas ele liberou emanações ou poderes de si mesmo, que são conhecidos como Sephiroth, que são as 10 esferas que falamos anteriormente. 

Ou seja, cada uma dessas esferas representa um poder ou qualidade de Deus e elas são dispostas de cima para baixo e vão se materializando aos poucos até chegar na décima esfera que é a manifestação das coisas físicas, ou, o mundo e o universo em que vivemos.

A divisão das Sephiroth 

Primordialmente, as 10 esferas ou Sephiroth são dividida em 4 partes, e cada uma das partes representa a manifestação dos poderes de Deus em diferentes níveis de poder e atuação, vejamos:

Atziluth – Espiritual

É o Reino das Emanações Divinas, neste Reino estão contidas 3 esferas:

  • Kether – Coroa

É a primeira Sephiroth, que está no topo do pilar central da árvore da vida cabala, esta é a pura manifestação de Deus, é essência divina, atemporal e imutável. De onde se originam todas as outras esferas. 

  • Chokmah – Sabedoria 

Essa esfera está no topo do pilar direito. Também conhecido como Pai, ou “Abba” é energia não materializada no mundo físico, é daqui que surgem as aptidões para o artístico, pode ser relacionado ao lado direito do cérebro, de onde flui a criatividade.

  • Binah – Entendimento 

Está no topo do pilar esquerdo. Pode ser chamada de Mãe, ou “Amma”. Pode ser entendida como o que molda a energia de Chokmah, trazendo definição e energia, pode ser relacionada com o lado esquerdo do cérebro, ou seja, exatamente de onde são provenientes a razão e a concretude dos pensamentos.

Beriah – Mental

O Reino das criações onde os arcanjos poderosos trabalham para fazer cumprir a vontade de Deus, aqui se encontram as esferas:

  • Chesed – Misericórdia

Essa Sephiroth está abaixo de Chokmah. Daqui derivam tudo o que é relacionado à benevolência, ou seja, o desejo de compartilhar, generosidade, doação, compaixão e assim por diante. Sendo assim, tudo isso emana de forma limpa, sem preconceitos.

  • Geburah – Julgamento

Está abaixo de Binah, daqui flui aquilo que controla os impulsos e questiona todas as coisas por meio da razão, essa esfera canaliza energia para poder transpor obstáculos e transformar as coisas à sua volta, contudo, sem perder o poder de juízo.

  • Tiphareth – Beleza

Localizada no pilar central, representa uma transição, onde as esferas começam a ir para a criação do reino material. Ou seja, as esferas que estão daqui para cima, representam o macrocosmo. Aqui a sabedoria e o entendimento encontram a luz e passam a dar origem a um “Eu inferior”, sendo o “Eu superior” da parte do macrocosmo.

Ao longo da vida nos deparamos com muitas situações que podem ser frustrantes, e às vezes não sabemos como lidar com isso. Entretanto, a iQuilibrio trabalha para te oferecer luz e entendimento sobre aspectos da sua vida que precisam ser melhorados. 

Quero encontrar respostas para as dúvidas do meu coração!

Árvore da vida cabala - Sephiroth
Árvore da vida cabala – Sephiroth

Yetzirah – Emocional 

O Reino das informações aqui Deus age através de muitos Anjos que realizam a sua vontade e as esferas desse grupo são:

  • Netzach – Vitória

Está no pilar direito, é uma energia vital, que dá origem aos sentimentos e que age no ser humano fazendo com que se relacione com o próximo e tenha vontade de superar os limites. Em suma, representa a fertilidade masculina.

  • Hod – Esplendor 

Está no pilar esquerdo e representa a firmeza, concretude de pensamentos e ideias, identificação, apropriação e aceitação. Resumindo, representa a fertilidade feminina.

  • Yesod – Fundamento 

Se encontra no pilar central e representa o plano astral é basicamente onde as energias de todas as Sephirots se acumulam e se misturam e depois emanam para o plano material, ou seja, deram origem ao universo e aos seres viventes. É mais uma transição dos poderes divinos. 

Asiyah – Físico

O quarto e último Reino é o mundo das ações ou universo físico. Neste Reino só existe uma Sephiroth que se chama:

  • Malkuth – Reino

Está na parte inferior do pilar central, é o mundo físico onde todas as forças das esferas anteriores se manifestam. No entanto, nesse Reino, as manifestações das esferas desejam arduamente o contato com Kether (primeira esfera – Deus), pois está muito distante. Então, aqui se origina a busca pela revelação de toda a sabedoria para se elevar novamente à Deus.

Uma Sephiroth escondida

Segundo estudiosos da Árvore da vida cabala, existe uma esfera, ou Sephiroth oculta, invisível. Ela se encontra na coluna central logo abaixo da Sephiroth Kether, seu nome é Daath. Ela representa a luz e a revelação divina, o que não está acessível a todos, por isso na maioria das vezes não é representada nos diagramas da Árvore da vida cabala. 

Paralelamente, ela também pode ser entendida como o espaço vazio, o vácuo que Deus abriu em si mesmo para criar tudo que existe. Então, ela é o espaço que abriga todas as esferas da manifestação de Deus, até chegar no mundo físico e na encarnação de todos os seres. 

Porque entender a Árvore da vida cabala?

Desde quando os seres humanos desenvolveram consciência o suficiente para questionar as coisas em volta de si, a vontade de conhecer o divino, ou seja, entender suas origens está presente dentro de cada um de nós! 

Esse anseio por ter a revelação da criação pode ser suprido com o estudo da cabala, pois esta é uma cultura de pensamento desenvolvido a partir da revelação de Deus a pessoas muito especiais e que foram ao longo do tempo passando esse conhecimento de geração em geração, até que pudéssemos estar aqui conversando sobre isso. 

Em suma, a cabala é uma linha de pensamento tanto teórica quanto prática, e pode nos ajudar muito a encontrar e entender o nosso caminho, não somente nessa vida, mas em todas as encarnações e em cada uma delas, em todas as áreas da nossa vida.

Árvore da vida cabala e os Chakras

A lógica de distribuição das Sephirots são muito parecidas com a distribuição e alinhamento dos Chakras em nosso corpo, começando pela cabeça, ou coroa, que é de onde flui a principal energia vital, que mantém nosso corpo, alma e mente unidos e em equilíbrio.

Ou seja, é aquela questão citada acima, sobre o macrocosmo e o microcosmo. O macro diz respeito a deus e as esferas que deram origem aos pilares da criação, aquilo que não se pode ver e nem ser compreendido apenas com os conhecimentos humanos.

No entanto, o microcosmo diz respeito a nós, e a complexidade da nossa mente e corpo, a representação do macrocosmo dentro de nós significa que recebemos a mesma essência que fluiu de Deus no inicio da criação, como mostra a Árvore da vida cabala. Ou seja, nos tornamos parte dele!


Nossa mente tem processos que às vezes não conseguimos entender muito bem, e isso pode nos impedir de avançar em alguns aspectos da nossa vida. Por isso conte com os especialistas iQui para encontrar um caminho que te trará paz e sabedoria para tomar decisões.

Faça uma consulta e encontre o seu caminho para a paz e a felicidade!


Assista a este vídeo sobre como identificar e se conectar com a sua essência interior, e descubra segredos sobre o autoconhecimento:

Rate this post