Início Espiritualidade Você conhece o Deus Vishnu? – O grande responsável pela manutenção do...

Você conhece o Deus Vishnu? – O grande responsável pela manutenção do universo!

0
461
Vishnu

Se você se considera alguém curioso com relação às religiões e culturas diferentes da sua, certamente já ouviu falar sobre muitas versões da criação do universo. Mas na pesquisa para a construção deste artigo, me deparei com algo realmente impressionante! A existência do Deus Hindú, Vishnu, que se pronuncia com som de “X” mesmo.

Ele é bondoso, forte, vigoroso e tem características físicas muito interessantes e cheias de significado; mas sobre isso falaremos mais adiante. 🖤

Quem é Vishnu? O Deus Hindú 

Ele é o segundo Deus do panteão Hindú, da tríade, ou como chamam na Índia, Trimurti. Vichnu é em todo o seu esplendor, o Deus responsável pela conservação, manutenção e sustentação da natureza terrena e do universo. Também é a energia e luz que existe dentro de cada ser humano, o que colabora com a manutenção da força, e preservação da vida que age em nós.

História – Vishnu

A história que é contada sobre ele, é que Vishnu tem sua origem em Brahma que é o primeiro Deus da trimurti, e também o responsável pela criação de tudo – de onde também surgiu o Deus Shiva, que é o Senhor destruidor. É exatamente dentro desse “tudo” que Vishnu se encontra, pois seu nome significa:

“Aquele que é tudo e está dentro de tudo!”

Os grandes poderes de Vishnu 

Para Vishnu existem muitos termos que servem para explicar aos homens a forma de seus poderes e como ele também é conhecido:

  • Jñāna (Onisciência) – Definido como o poder de saber sobre todos os seres simultaneamente;
  • Aishwarya (Soberania) – Derivado da palavra Ishvara, que consiste em uma regra incontestável sobre tudo;
  • Shakti (Energia) – Poder, capacidade de tornar possível o impossível;
  • Bala (Força) – É a capacidade de suportar tudo pela vontade e sem qualquer fadiga;
  • Virya (Vigor) – Indica o poder de reter imaterialidade como o ser supremo, apesar de ser a causa material de criações mutáveis;
  • Tejas (Esplendor) – Expressa sua auto-suficiência e da capacidade de dominar tudo por Sua refulgência espiritual.

Onde Vishu (um Deus tão poderoso) poderia morar?

Algumas histórias contam que esse Deus mora em um lugar além da criação, que apesar de ficar fora desse plano, está mais ou menos na direção da constelação de Capricórnio.

O lugar da morada de Vishnu se chama Vaikuntha, também conhecido como Parama Padam, que é o reino eterno, onde estão os mundos imperecíveis, cujas almas liberadas habitam.

Nessa dimensão, existem palácios dourados enormes e jardins que flutuam, produzindo flores e frutas que liberam o mais nobre dos perfumes.

Os 10 avatares de Vishnu

Na cultura indiana, onde Vishnu é cultuado, as pessoas o conhecem de muitas formas, pois ele mesmo desde o seu reino eterno, decidiu se encarnar, assumir forma física e descer à terra.

Essas formas que ele assumiu no decorrer das eras vão variando conforme o período em que ele vem. É aqui onde vamos listar e descrever cada uma de suas dez formas, além de lhes apresentar os outros nomes de Vishnu:

  • Matsya – Veio primeiro como forma de peixe, que é o primórdio, a origem da vida marinha;
  • Kurma – Sua segunda forma é uma tartaruga, que representa a transição da vida marinha para a vida terrestre;
  • Varaha – Em seguida, veio como javali, que é a primeira forma de vida animal terrestre. Representa força e bravura;
  • Narasimha – Sua quarta forma, é a criação de um ser racional, meio homem, meio leão. Trazendo a racionalidade e primeiros traços humanos, mas ainda muito vinculado ao instinto e à força da natureza.

Depois da criatura meio homem meio leão, ele começa nos próximos períodos, a deixar de aparecer em formas de animais:

  • Vanama – Em sua quinta encarnação, Vishnu vem em forma de anão. Essa história é muito interessante pois há uma lógica de poder e guerra envolvida em sua forma de anão;
  • Parashurama – Na segunda geração dos avatares de Vishnu ele vem como homem esbelto, portando um machado e um espírito caçador;
  • Rama – Em sua última encarnação da segunda geração, ele vem como outro homem, mas dessa vez com um espírito guerreiro portando um arco e flechas.

Terceira geração de Vishnu

A próxima geração das encarnações de Vishnu, diz respeito a uma fase de refinamento da raça humana, vai trazer os aspectos mais delicados e complexos da humanidade. É também a geração mais conhecida, por sua grande influência em nossa sociedade contemporânea:

  • Krishna – É a transição da forma humana rude para o delicado, sensível. É conhecida por ser a forma mais feminina de Vishnu;
  • Buda – É conhecido como guerreiro Hindú e trouxe consigo a origem e consolidação do budismo; é também a última manifestação física de Vishnu na terra;
  • Kalki – Kalki é a décima encarnação do Deus, é a forma ainda aguardada de Vishnu, representada por um homem sobre um cavalo branco; ele é capaz de controlar seu ego, emoções e impulsos, algumas vertentes acreditam que ele vem para trazer juízo aos homens. Outras acreditam que ele vem destruir vícios, e trazer a virtude e pureza de volta; um novo tempo de evolução e conhecimento para a humanidade.

As principais características de Vishnu 

As características da principal representação de Vishnu em imagem, é aquela clássica que mesmo sem nunca ter ouvido falar em Vishnu, você provavelmente já viu em algum momento da sua vida.

É o deus cuja pele é como o céu azul com nuvens; possui quatro braços e está com vestes douradas como ouro, o que representa um padrão quase hegemônico dos habitantes de Parama Padan.

Em cada uma das suas quatro mãos, Vishnu segura um objeto que é a suma de seu poder e domínio:

As representações de seu poder

  • Flor de lótus (Padma) – Representando a pureza e a verdade;
  • Concha (Patch Dj Anya)Emite o som que originou o universo, o OM, quando soprada simboliza o poder. OM ou AUM, é considerado o som primordial. Antes da criação da matéria esse som já existia, portanto possui todas as energias responsáveis pela criação do universo;
  • Clava (Gada) – Representa a força mental e física do universo;
  • Chakra (Sudarshana) É um disco de energia, representando a mente e o potencial criativo. É também uma arma contra demônios.

Uma história de conquista! 

Uma das histórias mais fantásticas que é contada no Vaidika Dharma, nome dado à coleção de livros sagrados do Hinduísmo, é a história de como Vishnu conquistou o poder e controle de toda a existência.

Os fatos começam a ser contados a partir do momento que um outro Deus Hindú chamado Indra, que era irmão mais velho de Vishnu, perde seu domínio, o sistema galáctico inteiro, para o rei dos demônios Bali.

Indra pede ajuda para Vishnu, este se materializa como Vanama a encarnação anã do Deus, que falamos antes.

Quando Vanama encontra Bali, decide sugerir um acordo justo. Ele pergunta se Bali se importaria de ceder um espaço para que ele pudesse viver, seria do tamanho de três passos que ele desse; Bali concordou, pois o que de mais teria em ceder um lugar com o tamanho de três passos de um deus anão? Pois bem, Vanama deu seu primeiro passo, e poderosamente envolveu toda a galáxia.

Segundo passo

Com o segundo passo, envolveu todo o universo; e nesse momento se indagou sobre onde poria seu pé para dar o próximo passo e bali respondeu:

“…sobre a minha cabeça, meu senhor!”

Esse era um truque barato de Bali para tentar conseguir ser servo de Vishnu, fazendo com que o Deus fosse obrigado a protegê-lo. 

Vishnu era amigo do rei dos demônios Bali, mas devia obediência a Indra, por ser seu irmão mais velho. Depois de recuperar o domínio para Indra, deu a Bali um planeta indestrutível para viver.

Fique de olho, em breve mais um artigo sobre Vishnu vai sair, te ensinando sobre orações e mais curiosidades.

Te espero no próximo artigo! 

5/5 - (1 vote)