Início Dicas de Bem-Estar Amor Insegurança no amor: aprenda a lidar com esse problema

Insegurança no amor: aprenda a lidar com esse problema

0
825
insegurança no amor

Você já experimentou a insegurança no amor e se perguntou se isso significava que a pessoa ao seu lado não era a pessoa certa para você? Bate aquele desespero e passamos a não confiar mais em nossos instintos.

As pessoas que são emocionalmente mais seguras, geralmente são mais felizes e apoiam seus parceiros. Logo, isso nos faz pensar: você pode realmente aprender a parar de ter insegurança no amor? A resposta é… Sim!

De onde vem a insegurança no amor? Por que eu sou assim?

Índice do Conteúdo

A primeira coisa que temos que ter em mente é que insegurança não é o mesmo que falta de confiança. A questão é muito mais complexa e profunda.

Por exemplo, você pode ter total confiança no seu parceiro, mas ao mesmo tempo você sofre de uma terrível insegurança.

Agora que você sabe que insegurança e confiança não são a mesma coisa, precisamos ir na raíz do problema. De acordo com a psicologia, nossas principais inseguranças geralmente se originam de feridas de apego. Como assim?

Essas feridas são uma maneira de descrever qualquer momento em sua vida que houve um relacionamento significativo que rompeu nossa confiança no passado. Por exemplo, pode estar relacionado ao abandono de um dos pais, perder uma pessoa muito querida ou até mesmo um namoro muito traumático, com relacionamento abusivo.

insegurança no amor

É aí que entra a insegurança no amor e surgem dúvidas como “será que eu sou boa o suficiente?” ou “será que estou com a pessoa certa?”. Mas saiba que existe a possibilidade de estar insegura em seu relacionamento e estar com a pessoa certa.

Nesse caso, você pode estar se auto sabotando. Ou seja, você faz isso com medo de amar demais uma pessoa e ela acabar te decepcionando. Para não passar por isso, você mesma acaba metendo os pés pelas mãos e acabando com tudo.

Quer saber se tem insegurança no amor? Então preste atenção nas dicas abaixo.

Eu não consigo confiar com facilidade

Você duvida de tudo e de todos. Será que ele está realmente no trabalho? Aquelas pessoas são da família dela? Ela estava fazendo prova na faculdade ou estava se encontrando com outra pessoa? Ele não veio aqui em casa por estar com dor de cabeça mesmo?

Em resposta a esses questionamentos, você persegue as redes sociais, bisbilhota o celular da pessoa que você ama e quase sempre se sente ameaçada facilmente. O que fazer para combater isso?

Pratique a atenção plena e faça um diário sobre quando e como você se sente assim. Uma boa prática é se colocar no lugar do “advogado do amor”, dando o benefício da dúvida para seu amor.

Fazer isso ajuda a desafiar seus padrões de pensamentos negativos e também ajuda a se tornar mais consciente de onde seus sentimentos estão vindo. Você conseguirá lidar melhor com reações e pensamentos em vez de projetá-los em seu(sua) parceiro(a).

Ter intimidade é um problema difícil de resolver

Você luta para se sentir próximo sexualmente ou emocionalmente (ou ambos)? Você demanda de muita energia para conseguir ter intimidade e isso te assusta e deixa cansada, não é mesmo?

Primeiramente, você precisa entender a intimidade e o que isso significa para você e seu(sua) parceiro(a). Pergunte para si mesma se você e seu amor experimentam proximidade e intimidade da mesma maneira.

Em seguida, veja qual a origem desses muros que você ergue toda vez que alguém quer te dar carinho. Seja paciente, isso não vai acontecer de uma hora para outra.

Você tem pânico do abandono

Insegurança no amor

Durante a resolução de um problema, você entra em pânico com a possibilidade de seu amor ir embora, rejeitar ou julgar você?

Comece identificando a primeira vez que você sentiu essa sensação de pânico. Foi quando seus pais se separaram? Ou foi quando aquele relacionamento abusivo acabou com a sua autoestima?

Agora, racionalize: essas situações não são as mesmas, assim como as pessoas não são as mesmas, inclusive você. Então, por qual motivo entrar em pânico e ter insegurança no amor?

Ter um conflito no relacionamento é natural, faz parte do viver. Basta mostrar seu ponto de vista e deixar o outro fazer o mesmo. Conversem e entrem em um equilíbrio. Isso não é motivo de pânico.

Você se sente constantemente desafiada e atacada

Qualquer pedido ou ideia oposta à sua ofende e machuca você. A sensação de ser criticada é instantânea e na mesma hora você rebate com agressividade ou simplesmente se fecha e nenhuma palavra sai da sua boca.

Nesse caso, antes de responder com agressividade ou se isolar, faça as seguintes perguntas para si mesma:

  • Quantos dos meus pensamentos são suposições?
  • O que meu parceiro realmente disse?
  • Existe a possibilidade de eu estar internalizando esse cenário e tornando-o algo que não é?

Fazer isso ajuda a desafiar seus pensamentos e olhar o cenário com uma lente objetiva. Você é capaz de entender o que seu parceiro está tentando comunicar sem se entir desafiada ou atacada. Essa é uma ótima forma de combater a insegurança no amor.

Você exige e se cobra demais

Você se julga demais, se cobra em excesso e parece que o objetivo que você determinou para si mesma é inalcançável:

  • Preciso de notas melhores;
  • Eu tenho que emagrecer mais;
  • Preciso ganhar mais que isso;
  • Não sou boa o suficiente;
  • Sou burra.

Trabalhe em si mesma para não cair na armadilha de nunca conseguir crescer e não conseguir reconhecer suas qualidades. Infelizmente, não é um processo rápido, mas vale muito a pena investir em si mesma e aprender a não ter insegurança no amor.

Por exemplo, você pode procurar ajuda de psicólogos ou terapeutas holísticos. Inclusive, nós temos vários profissionais que podem acolher você quando o assunto é o amor.

Por fim, separamos uma sequência de matérias em que o assunto principal é o amor e os relacionamentos.

Um grande beijo e até a próxima!

5/5 - (1 vote)

Estamos Online