Início Lives Live do amor: faça o amor acontecer em sua vida

Live do amor: faça o amor acontecer em sua vida

Live do amor
A imagem contem um casal abraçado olhando um para o outro. Com o escrito: "o amor pode dar certo?"

A live do amor foi preparada com muito carinho, porque maio é conhecido como o Mês das Noivas, e isso traz  uma carga emocional imensa: sonhos, lembranças de infância, frustrações, expectativas e claro, muita pressão social sobre mulheres (ainda hoje somos criadas para nos casarmos e termos a vida perfeita.

Nessa live incrível com Júlia Gouveia, terapeuta integrativa, Bruxa e formada em serviço social (o que dá a ela respaldo para aconselhar, avaliar e encaminhar pessoas que necessitam de auxílio), falamos sobre dúvidas que muitas leitoras do blog têm sobre a vida a dois. Veja a live aqui:

O que foi falado na live do amor?

A terapeuta Júlia fala na live do amor sobre viroses emocionais, repetições de padrões amorosos,  e da nossa necessidade de pertencimento. Assim, ensina a nos libertar da frequência energética de pessoas que não fazem mais parte da nossa vida, das marcas e prisões do passado, para que possamos seguir nosso caminho libertos de tudo aquilo que causa sofrimento – ou seja, se abrindo para o novo.

“O que eu não estou disposto a fazer e ser, mas que se eu tivesse, mudaria toda minha realidade?”

Esse questionamento feito pela própria terapeuta nos convida a pensar em nossos relacionamentos com carinho e atenção, nos libertando de tudo aquilo que prende nossas energias.

Júlia fala sobre como enfrentar o término de um relacionamento, como devemos agir com as mudanças, tanto no aspecto físico (devolvendo as coisas que são do outro, mudando objetos que trazem lembranças, entre outras coisas) – quanto  no sentimental, mudando nosso posicionamento interno

Aqui vai um pouco do que abordamos na live:

Mentiras – como não contá-las e como lidar com o assunto quando algo for descoberto?

Para esse ponto, a terapeuta Júlia comenta: “… são as mentiras ocultas lá do fundo do nosso coração. Quais são as mentiras que estamos contando para nós mesmas, que a gente reproduz e traz para os nossos relacionamentos amorosos? Porque se a gente não consegue tirar esse véu das mentiras que nós estamos contando para nós mesmas, a gente reproduz mentiras nos nossos relacionamentos!”.

Ela também ajuda a nos limparmos das mentiras: “primeiro se conectar com quais são suas reais verdades… olhar para nossas verdade dói, né? É dolorido, mas é necessário para que a gente encontre relacionamentos e tenha relacionamentos, baseados na verdade!”.

“(…) precisamos de uma verdade que ressoa com o nosso coração, que ressoa com a nossa energia… e isso vai ecoar, ou seja, vai transmitir para os nossos relacionamentos.”, completa.

Então, como não mentir? Júlia responde: comece a não mentir para você mesma… se você está mentindo para você, na verdade não está fazendo isso só com o outro, mas também com você mesma!”

E para completar, esclarece que: “toda confusão que você se enfiou, acaba sendo um reflexo dessas mentiras que você mesma está vivendo!”

Live do amor – como se abrir para um novo amor?

Sobre isso, Júlia diz que sempre fala do detox emocional e da necessidade de ser cada vez mais sincera consigo mesma. Comece a observar quanto tempo do dia você passa se abençoando e quanto tempo se amaldiçoando.

Ela ensina, na live do amor, um exercício muito interessante: coloque um cronômetro, relaxe um pouco e deixe a mente viajar por cerca de 40 minutos, anotando tudo o que você sentiu e pensou. Você ficou vibrando no ódio, na raiva, na frustração e na mentira? Ou na gratitude?

A terapeuta completa dizendo que já passou, em sua experiência pessoal, pelo término de um casamento de longa data. Que foi muito difícil se abrir para o novo, romper os laços energéticos e se permitir a receber uma pessoa que tenha os mesmo ideais que ela. 

Ele me chama de controladora e ciumenta, e agora?

Vamos pensar juntas: será que o problema está mesmo em você, ou ele está utilizando essas palavras apenas para ser ele quem tem controle da situação?

Transparência e privacidade: em quais situações é saudável contar tudo o que acontece?

Algumas coisas, como por exemplo uma pessoa que dá em cima de você no trabalho, não te compromete em nada se não é correspondido. Não conversar sobre tudo tem a ver com entender a individualidade de cada um, sem deixar de respeitar os contratos do casal.

Live do amor – traição

O que realmente é importante em seu relacionamento? Tem o que traz felicidade, mas principalmente se trata de  respeito e reciprocidade.

Júlia fala para criarmos uma lista do que é inadmissível para nós em um relacionamento – o que você vai aceitar e o que você realmente não aceita nas atitudes de uma pessoa. Em seguida, ela explica profundamente a diferença entre  fidelidade e lealdade. Vale a pena conferir!

Por que não consigo esquecer meu ex?

Uma coisa que muitas pessoas evitam, e por mero preconceito, é a ajuda de um bom psicólogo ou terapeuta. É preciso conversar, se abrir, entender o motivo que leva a esse apego.

A terapeuta nos ajuda falando que todo relacionamento gera uma união energética, é como se houvesse uma certa simbiose das duas pessoas. Se afastar disso é um processo extremamente doloroso, o que muitas vezes não queremos aceitar, mesmo sabendo que é o melhor a se fazer. 

A gente investe amor e tempo em um relacionamento e tem que abrir mão dele, perder tudo. Então, como terminar de uma forma saudável? Como cortar esse laço energético? A terapeuta conta que existem cerimônias terapêuticas que retiram esse vínculo amoroso,nas quais é feita a dissolução de contratos antigos feitos verbal ou emocionalmente. Isso pode ser feito com o ex companheiro, ou ainda sozinha, apenas você e sua terapeuta de confiança

Todo término é complicado porque “estamos ligados energeticamente a uma pessoa e quando esses laços são cortados sentimos falta!” Além disso ela fala da saudade: “essa saudade da pessoa, esse remoer, muitas vezes pode se tornar processos obsessivos, pode se tornar, sim, viroses emocionais e energéticas, é por isso que as terapias holísticas ajudam a se libertar de antigos padrões!”

Estou apaixonada por duas pessoas, o que eu faço?

Muitas coisas são essenciais aqui, não apenas a responsabilidade afetiva mas também a necessidade de se abrir o novo e de colocar o seu bem-estar em primeiro lugar. Neste ponto, ela comenta: “desde que o mundo é mundo, a gente quer pertencer… isto é muito ativo em todos nós… e muitas vezes na persistência a gente acredita que só aquela pessoa pode nos fazer feliz!”

Júlia fala sobre as máscaras que criamos, seja no nosso relacionamento amoroso, nas redes (sociais) e nos grupos de convivência, com a finalidade de poder sentir a sensação de pertencimento ao outro: “aquela pessoa me completa, me faz feliz, faz tudo por mim!” , e por isso não queremos abrir mão.

Como lidar com esse sentimento? Novamente, ela aconselha a olhar para as histórias que contamos para nós mesmas, que a gente só pode ser feliz com aquela determinada pessoa – no fim nos esquecemos de entender nossos sentimentos, nos permitindo viver e realmente sentir.

Ele não ajuda nos afazeres de casa, estou cansada de pedir!

Em primeiro lugar, ele não deveria “ajudar”, nem você deveria ter que “pedir”, afinal em um casamento os dois são adultos e responsáveis pela casa onde moram, os filhos e o orçamento. Se ele não pensa em mudar, talvez você possa ser mais feliz em um novo relacionamento, em que haja equilíbrio e ajuda mútua.

Foi incrível ajudar mais mulheres a se sentirem bem e completas, sem necessariamente ter um relacionamento. Afinal, somos seres inteiros e não projetos inacabados à espera de um “complemento” – a pessoa com quem se divide um relacionamento deve somar, transbordar a vida de amor, carinho e cumplicidade.

Saiba mais sobre a Julia:

Júlia Gouveia em evento, com sua tenda vermelha e círculo de mulheres

“Sou Julia Gouveia, mulher, sacerdotisa, mãe, cientista social, terapeuta. Ajudo mulheres a se conhecer, cuidar e reconectar com a força interior através de técnicas terapêuticas com abordagem Energética/Holística. Isso visa ativar o poder feminino, a alegria interior, o relaxamento, a concentração, o foco, o desbloqueio de criatividade, a clareza mental e a confiança. Sabe aquele verdadeiro detox emocional? É isso que proponho.

Te convido a fazer uma jornada de autoconhecimento, onde indicarei maneiras de ativar e ancorar para se fortalecer emocionalmente, superar-se e se conectar com a própria alma e energia.”

Gostou da nossa live do amor? Então conheça mais o trabalho da terapeuta Júlia Gouveia. Tenho certeza que você irá se surpreender!

Rate this post