Conheça mais sobre a Nossa Senhora das Graças

Dia de Nossa Senhora das Graças

Nossa Senhora das Graças é chamada assim por dois motivos: a aparição milagrosa e verdadeira para uma jovem chamada Catarina e por ela ser a escolhida de Deus (cheia de Graça) para carregar em seu ventre o Menino Jesus.

Sendo assim Nossa Senhora das Graças é um dos títulos da Santa Maria, mãe de Deus.

Abra seus Caminhos AQUI com a Orientação dos Melhores Especialistas em Salmos

 

O dia de Nossa Senhora das Graças é comemorado em 27 de Novembro, onde todos os fiéis tem a oportunidade de demonstrar sua gratidão pelo amor da Mãe, a mesma que acolheu Jesus Cristo, e que cuida de todos com tanto amor e devoção.

Veja também qual o seu Salmo do dia em nosso blog!

História de Nossa Senhora das Graças

Na verdade a história da Nossa Senhora das Graças corresponde a tempos antes da criação da humanidade, onde Deus, planejando o nascimento de Seu Filho Jesus, escolheu a mais materna e pura energia que carregaria a criança em seu ventre.

No momento em que o Senhor pensou em Jesus Cristo, ele também logo analisou uma mãe humana para gerá-lo, e por isso criou Maria. Uma mulher honesta, que possuía toda a delicadeza de uma flor, mas seria forte como os ventos do céu.

Deus a criou pensando em uma representante de todas as mulheres e para que Ela fosse rainha da terra. Assim, quando se pensa na mãe de Jesus, já vem a expressão “ cheia de graças” – repleta do amor de Deus.

No momento em que ela esteve na Terra, o Anjo Gabriel se anunciou para Maria orientando que ela seria a Mãe de Jesus e em seguida com o seu entendimento, passou a ser portadora de toda graça que a humanidade inteira poderia receber. E foi a partir de sua fé e devoção que ela proporcionou a salvação para tantas pessoas.

Origem do título “Nossa Senhora das Graças”

Maria sempre foi conhecida como portadora das graças, mas o título em específico teve uma origem diferente. Em 27 de Novembro de 1830 ela apareceu para Catarina Labouré, se revelando para a jovem como “Nossa senhora das Graças”.

E não foi somente a aparição, ela a entregou uma visão muito especial. Catarina conta que Maria era uma senhora de mediana estatura e possuía um dos rostos mais belos que já viu, estava com vestido e um véu azul sobre a cabeça. Em meio a tanta emoção inexplicável a menina entendeu que Maria queria ser vista por todos com ícones principais, como: sua túnica, manto, coroa, a serpente vencida, o mundo e principalmente os raios que representavam as graças.

Catarina relata também ter ouvido uma voz que lhe dizia sobre as representações desses símbolos, explicando o que cada um era e qual é o grau de importância da imagem.

Após isso segundo a garota, Maria completou dizendo:

“Manda, manda cunhar uma medalha por este modelo. As pessoas que a trouxerem, com devoção, hão de receber muitas graças”

E foi assim que também surgiu a medalha milagrosa, conhecida também como “Medalha de Nossa Senhora das Graças”. Esse objeto encheu a todos de fé e devoção e a cada dia a promessa que Maria fez sobre a medalha, se cumpre.

Todos que as usaram com amor receberam as graças que desejavam de coração. A maioria dos relatos, considerados verdadeiros milagres são para aqueles que estavam doentes, após pedirem com fé a cura e usarem a medalha, eles eram curados.

Gostaria de entender melhor os Salmos e como eles podem te ajudar em momentos delicados da vida? Então clique aqui e fale com um de nossos consultores especialistas em Salmos, eles te indicarão a melhor oração para o seu momento.

Representações de Nossa Senhora das Graças

A túnica

Pureza e recato.

Cinto Azul

Representa o céu, pureza, santidade, devoção e misericórdia

O manto azul

Significa que Maria é um ser-humano mas está no céu e intercessões.

A coroa

Significa que Maria é Rainha do céus e da Terra.

A serpente

O diabo que foi vencido.

O globo

Simboliza a terra e que ela tem poder para salvar o mundo.

Os raios

As graças pedidas ou realizadas.

Orações de Nossa Senhora das Graças

Oração 1

“Lembrai-vos, ó puríssima Virgem Maria, do poder ilimitado que vos deu o vosso Divino Filho sobre o seu coração adorável. Cheio de confiança na vossa intercessão, venho implorar o vosso auxílio. Tendes, em vossas mãos, a fonte de todas as graças que brotam do coração amantíssimo de Jesus Cristo; abri-a em meu favor, concedendo-me a graça que ardentemente vos peço. Não quero ser o único por vós rejeitado, sois minha Mãe, sois a soberana do coração de vosso Divino Filho.

Sim, ó Virgem Santa, não esqueçais as tristezas desta terra; lançai um olhar de vontade aos que estão no sofrimento, aos que não cessam de provar o cálice das amarguras da vida. Tende piedade dos que se amam e que estão separados pela discórdia, pela doença, pelo cárcere, exílio ou morte. Tende piedade dos que choram, dos que suplicam, e dai a todos o conforto, a esperança e a paz! Atendei, pois, à minha humilde súplica e alcançai-me as graças que agora fervorosamente vos peço por intermédio de vossa santa Medalha Milagrosa!

Amém!”

Oração 2

“Ó Imaculada Virgem Mãe de Deus e nossa Mãe, ao contemplar-vos de braços abertos derramando graças sobre os que vo-las pedem, cheios de confiança na vossa poderosa intercessão, inúmeras vezes manifestada pela Medalha Milagrosa, embora reconhecendo a nossa indignidade por causa de nossas inúmeras culpas, cercamo-nos de vossos pés para vos expor, durante esta oração, as nossas mais prementes necessidades (momento de silêncio e de pedir a graça desejada).

Concedei, pois, ó Virgem da Medalha Milagrosa, este favor que confiantes vos solicitamos, para maior Glória de Deus, engrandecimento do vosso nome, e o bem de nossas almas. E para melhor servirmos ao vosso Divino Filho, inspirai-nos profundo ódio ao pecado e dai-nos coragem de nos afirmar sempre como verdadeiros cristãos. Amém – (Rezar 3 Ave-Marias) – Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós.”

Novena de Nossa Senhora das Graças

Oração Inicial

“Senhor meu, Jesus Cristo, Deus e Homem verdadeiro, Criador e Redentor meu, por serdes Vós quem sois, sumamente bom e digno de ser amado sobre todas as coisas, e porque Vos amo e estimo, pesa-me, Senhor, por Vos ter ofendido e pesa-me também por ter perdido o Céu e merecido o inferno. Proponho, firmemente, com o auxílio de Vossa divina graça e pela poderosa intercessão de Vossa Mãe Santíssima, emendar-me e nunca mais Vos tornar a ofender. Espero alcançar o perdão de minhas culpas, por Vossa infinita misericórdia. Amém”

Oração Final

“Santíssima Virgem, eu reconheço e confesso vossa Santa e Imaculada Conceição, pura e sem mancha. Ó puríssima Virgem Maria, por vossa Conceição Imaculada e gloriosa prerrogativa de Mãe de Deus, alcançai-me de vosso amado Filho a humildade, caridade, obediência, castidade, santa pureza de coração, de corpo e espírito; alcançai-me a perseverança na prática do bem, uma santa vida, uma boa morte e a graça de (pede-se uma graça) que peço com toda a confiança. Amém.”

Primeiro Dia

“Contemplemos a Virgem Imaculada em sua primeira aparição a Santa Catarina Labouré. A piedosa noviça, guiada por seu Anjo da Guarda, é apresentada à Imaculada Senhora. Consideremos sua inefável alegria. Seremos também felizes como Santa Catarina se trabalharmos com ardor na nossa santificação. Gozaremos as delícias do Paraíso se nos privamos dos gozos terrenos.”

Segundo Dia

“Contemplemos Maria chorando sobre as calamidades que viriam sobre o mundo, pensando que o coração de seu Filho seria ultrajado na cruz, escarnecido, e seus filhos prediletos perseguidos. Confiemos na Virgem compassiva e também participaremos do fruto de suas lágrimas.”

Terceiro Dia

“Contemplemos Nossa Imaculada Mãe, dizendo, em suas aparições, a Santa Catarina: “Eu mesma estarei convosco: não vos perco de vista e vos concederei abundantes graças”. Sede para mim, Virgem Imaculada, o escudo e a defesa em todas as necessidades.”

Quarto Dia

“Estando Santa Catarina Labouré em oração, a 27 de novembro de 1830, apareceu-lhe a Virgem Maria, formosíssima, esmagando a cabeça da serpente infernal. Nessa aparição, vemos seu desejo imenso de nos proteger sempre contra o inimigo de nossa salvação. Invoquemos a Imaculada Mãe com confiança e amor.”

Quinto Dia

“Contemplemos, hoje, Maria desprendendo de suas mãos raios luminosos. “Estes raios, disse Ela, são a figura das graças “que derramo sobre todos aqueles que mas pedem e aos que trazem com fé a minha medalha”. Não desperdicemos tantas graças! Peçamos, com fervor, humildade e perseverança, pois Maria Imaculada nos alcançará.”

Sexto Dia

“Contemplemos Maria aparecendo a Santa Catarina, radiante de luz, cheia de bondade, rodeada de estrelas, mandando cunhar uma medalha e prometendo muitas graças a todos que a trouxerem com devoção e amor. Guardemos fervorosamente a Santa Medalha, pois, como um escudo, ela nos protegerá dos perigos.”

Sétimo Dia

“Ó Virgem Milagrosa, Rainha Excelsa Imaculada Senhora, sede minha advogada, meu refúgio e asilo nesta terra, meu consolo nas tristezas e aflições, minha fortaleza e advogada na hora da morte.”

Oitavo Dia

“Ó Virgem Imaculada da Medalha Milagrosa, fazei com que esses raios luminosos que irradiam de vossas mãos virginais iluminem minha inteligência para melhor conhecer o bem e abrasem meu coração, vivos sentimentos de fé, esperança e caridade.”

Nono dia

“Ó Mãe Imaculada, fazei com que a cruz de vossa Medalha brilhe sempre diante de meus olhos, suavize as penas da vida presente e conduza-me à vida eterna.”

Lembramos que não é somente através das medalhas que as preces são alcançadas, mas sim por todos os pedidos feitos com fé e devoção. Pois Maria jamais deixará nenhum de seus filhos desamparados. 

Vença Seus Desafios de Vida Com a Ajuda de Esotéricos Experientes

Conheça mais sobre a Nossa Senhora das Graças
5 (100%) 1 vote[s]