Início Espiritualidade Cristianismo O Significado Das Festas Juninas – Símbolos e Tradições

O Significado Das Festas Juninas – Símbolos e Tradições

0
21790

As festas juninas ou festa de São João são comemorações da Igreja Católica que se estendem até o mês de julho. Mas a origem da festa junina está muito além da celebração tradicional das igrejas.

Abra seus Caminhos AQUI com a Orientação dos Melhores Especialistas em Salmos

Atualmente essa comemoração conta com a participação de muitas pessoas que em sua maioria não vão ao evento por motivo religioso, e sim, por diversão e entretenimento. Esse contexto tornou a festa junina uma das festas culturais mais aguardadas em todo Brasil.

A História da Origem das Festas Juninas

As festas juninas são comemorações pagãs, difundidas há mais de 2 mil anos com o intuito de comemorar a colheita. Durante estes rituais, fogueiras eram acesas e haviam muitas danças e comidas tradicionais da Europa.

Já as festas que conhecemos tiveram início em nosso país no ano de 1583 trazidas pelos espanhóis e portugueses, entretanto seu intuito principal ainda era o de comemorar a safra daquele período. A Igreja Católica viu a oportunidade de celebrar a data de três Santos importantes para os fiéis juntamente com as comemorações de colheitas, portanto manteve assim alguns símbolos característicos e acrescentou outros que correspondem a cultura católica. Os 3 Santos homenageados são Santo Antônio (13 de junho), São João (24 de junho) e São Pedro (29 de junho). Aos poucos as festas foram ganhando maiores proporções no Brasil, principalmente na região Nordeste e se tornando conhecidas mundialmente, com as suas comidas típicas, danças, canções e enfeites de festa junina.

Símbolos tradicionais – O que significa Festa Junina

A decoração da festa junina

A fogueira – Ela possui diversos significados: simboliza o nascimento de São João Batista (pois foi acesa uma fogueira quando ele nasceu) e afasta os maus espíritos. Cada Santo recebe uma fogueira em um formato diferente, a de São João possui forma redonda, de Santo Antônio quadrada e a de São Pedro triangular.

Os Fogos – Simbolizam o despertar de São João para interceder pelos seus fiéis.

Arraial – é um espaço ao ar livre,onde é realizado o evento. Nele monta-se todos os elementos principais, além das barraquinhas e bandeirinhas para a celebração.

As brincadeiras de festa junina e os costumes típicos

Pau de sebo – subir em um pau cheio de sebo até o topo representa a vitória perante as dificuldades da vida, por isso neste ponto terá uma quantia em dinheiro como premiação pelo esforço.

As simpatias – acredita-se que nesta época devido a energia do momento, as simpatias feitas em nome dos Santos são mais eficazes. A maioria dos pedidos são de tema amoroso, muitas pessoas procuram o parceiro(a) ideal nesta época.

Casamento caipira – este é um costume pagão de tirar uma sátira dos padrões da sociedade, geralmente a noiva aparece grávida e o noivo bêbado.

A quadrilha – um costume adaptado de uma dança francesa chamada “quadrille”, onde era formada por 4 pares. Nesta apresentação as pessoas festejam dançando e comemorando a festa, é uma das principais danças juninas.

O mastro de São João – este mastro fica exposto durante todo o evento, ele simboliza a comemoração em nome dos Santos, em seu topo estão 3 bandeiras com a imagem de cada um deles.

A lavagem dos Santos – as bandeiras são mergulhadas em água para purificar o local onde será realizada a comemoração.

As roupas – durante as festas juninas, costuma-se vestir de “caipira”, isso se faz simbologia às pessoas do campo, que são as maiores devotas de São João e que fizeram essa tradição ganhar espaço no país.

As músicas e comidas da festa junina

As músicas mais comuns durante essas festas são as mais tradicionais do país: forró, samba, sertanejo e baião por exemplo, pois elas fazem parte da cultura do povo e representam muito bem a nacionalidade e a vida simples do campo.

As comidas típicas trazem a essência da população com seus pratos tradicionais, além do uso na maioria delas do milho, que possui uma fácil adaptação ao clima e solo brasileiro: bolo de fubá, milho e derivados como pamonha, castanhas, pipoca, caldos, quebra-queixo, paçoca, pé de moleque, canjica (mugunzá), paçoca de carne seca, pão de mandioca, arroz doce  e bebidas (vinho quente e quentão).

As comemorações de junho trazem uma alegria especial para todos aqueles que gostam de esquentar o coração no inverno, que buscam boas energias e vibrações em sua vida e principalmente que respeitam e fazem parte da cultura do Brasil.

Vença Seus Desafios de Vida Com a Ajuda de Esotéricos Experientes

Artigo anteriorO Livro das Sombras – Wicca
Próximo artigoConheça o Poder de Cura do Reiki a Distância
Juliana Viveiros é uma consultora espiritual, apaixonada pela jornada de cada ser de luz. A espiritualista atua com cristais, bruxaria natural, tarot, baralho cigano, astrologia, desenvolvimento espiritual, posicionamento pessoal, evolução, mudanças espirituais inovadoras e um novo estilo de vida. Juliana tem como missão, transformar vidas através da espiritualidade. Acredita e vibra sempre na sintonia do amor! Publicitária, com especialização voltada a gestão de marketing. Trabalha na iQuilibrio desenvolvendo estratégias de conteúdo relevantes, voltados ao esoterismo.