Início Espiritualidade Cristianismo Conheça mais sobre a Santa Cecília – A fé em músicas

Conheça mais sobre a Santa Cecília – A fé em músicas

0
8774
Santa Cecília

Celebra-se em 22 de novembro o dia de Santa Cecília, a padroeira das músicas. Esse título deve-se a espontaneidade que Cecília teve ao criar um louvor a Deus e ao seu grande amor.

Abra seus Caminhos AQUI com a Orientação dos Melhores Especialistas em Salmos

 

Santa Cecília até mesmo em meio ao caos da perseguição cristã não negou sua fé perante a todos. Ela converteu muitos corações com suas palavras que diziam as maravilhas e perfeições do poder divino. Todos que conversavam com ela entendiam o quanto sua fé era grandiosa, pois jovem menina foi utilizada como instrumento de bondade celestial para aqueles que ainda não tinham encontrado o caminho do Senhor.

Veja AQUI o salmo do dia!

Conheça mais sobre a vida e história de Santa Cecília em nosso artigo:

A história de Santa Cecília

Santa Cecília era de Roma, – nasceu provavelmente no ano de 150 – cristã e de origem nobre. Quando pequena se sentiu tocada pelo Espírito Santo e diante a cruz fez seus votos de castidade, prometendo viver na humildade e no amor de Jesus Cristo.

Por causa da região onde morava, aprendeu a fé e a devoção por meio da pregação de São Paulo e São Pedro, e seguia o exemplo de tantos outros que foram martirizados em Roma. Por isso acreditava muito na Palavra, e de como ela poderia transformar as vidas dos devotos através de seu poder.

Cecília participava de uma igreja pequena, que conseguia mesmo diante de muitas repreensões sobreviver em meio às perseguições religiosas.

Uma das histórias mais comoventes e conhecidas de Santa Cecília, fala sobre seu noivo chamado Valeriano. Ela foi prometida a ele, mas não podia se casar por conta da promessa de castidade.

No dia da cerimônia, ela o chamou explicando todos os motivos pelo qual não poderia afirmar os votos do matrimônio. Valeriano, ouvindo todas as maravilhas que o Senhor fez, ficou assustado com tamanha força e  grandiosidade, enquanto escutava os motivos de Cecília, ele se sentiu tocado por Deus e decidiu respeitá-la em sua decisão.

No mesmo dia o rapaz foi batizado junto com seu irmão chamado Tiburcio, que também se converteu por causa das palavras de Cecília.

O prefeito sabendo de tudo, ficou furioso por perder dois homens em sua tradição romana, assim solicitou que os dois esquecessem sua fé cristã e voltassem a adorar aos Deuses Romanos. Valeriano foi o primeiro a responder e em seguida, seu irmão, dizendo que nunca renegariam a fé cristã e por isso foram condenados à morte e decapitados.

Santa Cecília que estava assistindo tudo sabia que também seria chamada, o que não demorou. O prefeito fez a mesma observação, mas Cecília com toda sua força e fé disse ao homem que jamais deixaria de acreditar nas maravilhas de Deus, e que se fosse possível daria a sua vida a Jesus Cristo.

Por esse posicionamento foi torturada e presa em águas quentes, mas mesmo assim não morria. Diante desse fato, os carrascos a mando do seu superior deram machadadas no pescoço de Cecília que apesar de muito machucado, não se quebrou.

Santa Cecília sabia que iria morrer depois dos golpes que levou, por isso pediu para o Papa que entregasse todos os seus bens para os pobres, porque ela estava em seus últimos momentos de vida.

Antes de sua partida, recebeu em seu leito de morte muitas visitas que buscavam suas palavras de fé e consolo. Ela então agonizou por três dias, mas não desistiu de sua gratidão, por isso mesmo assim dava glória a Deus com suas canções.

Ainda antes do último suspiro, as únicas palavras eram de louvor. Como todos os Santos, Cecília sentia-se feliz mesmo morrendo jovem, pois tinha certeza que cumprira sua missão de abençoar e santificar vidas junto com seus cânticos e louvores a Deus. Faleceu assim, fixando seu olhar na Cruz.

O Túmulo de Santa Cecília

O Papa Pascoal I recebeu uma aparição de Cecília apontando onde estava o seu túmulo perdido por muitos séculos. Para a surpresa de todos, o corpo dela estava intacto, e a imagem de Santa Cecília mostrava em uma das mãos 2 dedos, e na outra 1, símbolo da Santíssima Trindade.

Canção de Santa Cecília

Quem conhece a história e ama Santa Cecília sabe o quanto ela gostava cantar. Ela enaltecia as maravilhas de Deus e agradecia por ter sido escolhida para uma missão que necessitava de tamanha coragem. Acredita-se que até mesmo os Anjos estavam presentes ao escutarem a voz da Santa, de tamanha bondade que seu coração transbordava.

Dizia em uma de suas canções:

“Senhor, guardai sem manchas o meu corpo e minha alma, para que não seja confundida”

Lembrando que as manchas que ela estava se referindo, eram as do pecado.

Você acredita em Anjos? Já experimentou receber respostas desses mensageiros e ainda por cima esclarecer suas dúvidas? Então Clique Aqui e conheça o Tarot dos Anjos!

Representações de Santa Cecília

A palma

Ícone cristã, vitória sobre a morte, devoção e fé.

O lírio

Pureza, castidade, virgindade ou também representa a Virgem Maria.

A Túnica

Veste dos justos, justiça, recolhimento e inocência.

O manto

Céu, a verdade, paz e fé.

A Auréola 

Santidade e martírio.

A Faixa

Virgindade e perseverança.

O instrumento musical

Louvor, amor pela música e hinos para Deus.

Olhar para o céu

Fé, força, amor para com Deus e ainda retrata a música celestial.

A Igreja de Santa Cecília

A Igreja ou Paróquia de Santa Cecília, encontra-se no bairro que recebe o mesmo nome da Santa – Santa Cecília – em São Paulo. Por ser uma das que mais possuem devotos em nosso país, ela recebeu essa singela homenagem tendo um altar erguido em seu nome para que possa continuar sua missão de proclamar o amor de Deus mesmo após a morte.

Oração de Santa Cecília

Oração 1

“Ó Gloriosa Santa Cecília,
apóstola de caridade,
espelho de pureza e modelo de esposa cristã!
Por aquela fé esclarecida,
com que afrontastes
os enganosos deleites do mundo pagão,
alcançai-nos o amoroso conhecimento
das verdades cristãs,
para que conformemos a nossa vida
com a santa lei de Deus e da sua Igreja.
Revesti-nos de inviolável confiança
na misericórdia de Deus,
pelos merecimentos infinitos
de Nosso Senhor Jesus Cristo.
Dilatai o nosso coração, para que,
abrasados do amor de Deus,
não nos desviemos jamais
da salvação eterna.
Gloriosa Padroeira nossa,
que os vossos exemplos de fé e de virtude
sejam para todos nós um brado de alerta,
para que estejamos sempre atentos à vontade de Deus,
na prosperidade como nas provações,
no caminho do céu e da salvação eterna.
Amém”

Oração 2

“Ó Virgem e mártir, Santa Cecília, pela fé viva que vos animou desde a infância, tornando-vos tão agradável a Deus e ao próximo, merecendo a coroa do martírio, convertendo pagãos ao cristianismo, alcançai-nos a graça de progredir cada vez mais na fé e professá-la através do testemunho das boas obras, especialmente servindo aos irmãos necessitados. Alcançai-nos também a graça de sempre louvar a Deus com canções espirituais.
Gloriosa Santa Cecília, que os vossos exemplos de fé e virtude sejam para todos nós um brado de alerta, para que estejamos sempre atentos à vontade de Deus, na prosperidade como nas provações, no caminho do céu e da salvação eterna.
Santa Cecília, padroeira dos músicos e artistas, rogai por nós. Amém!”

Novena de Santa Cecília

Reza-se todos os dias 1 Pai-Nosso, 1 Ave-Maria e 1 Glória ao Pai, logo depois a Oração Inicial, a Oração do dia e a Oração Final.

Oração Inicial

“Deus vinde em nosso auxilio.

Senhor, socorrei-nos e salvai-nos.

Depois reze com Fé, Esperança e Amor:

Querida Santa Cecilia , no amor ao próximo e de Deus,

olhai carinhosa para o mundo de hoje, tão necessitado de vossa proteção.

Ouvi meu pedido e concedei-me a graça que vos peço, com fé e confiança.

Como verdadeiro necessitado, rogo-vos que me alcanceis de Cristo a saúde espiritual e corporal,

para mim e meus familiares.

Sobretudo, peço a vossa ajuda para o problema que me aflige….. (dizer o problema)

Atendei-me, Santa Cecília , pela força que tendes junto a Deus e pela fé que me faz buscar vossa

proteção e concedei-me ainda a graça da salvação de minha alma

Amém.”

Oração final

Ó amável Santa Cecília, por teu amor à Jesus.

Alcança-nos a proteção sobre nossa família;

Por teu amor à paixão de Jesus, alcança-nos força e coragem na provação.

Por teu amor à Jesus , alcança-nos a Fé, a Esperança e a Caridade.

Por teu Amor aos irmãos, alcança-nos a graça que vos pedimos…

Por teu amor a oração, alcança-nos o desejo de “Estar” com o Senhor.

Por teu amor à pobreza, alcança-nos desprender-nos dos vícios e pecados.

Por tua Santa Morte, alcança-nos também a nós,

uma vida e morte santa nas mãos da Virgem Maria.

Amém”

 

Primeiro Dia

“Uma voz cantava ao longe, entre o luar e as pedras.

E nos palácios fechados, entregues as sentinelas,

exaustas de tantas morte, de tantas guerras!

Estremeciam os sonhos no coração das donzelas.

Ah! que estranha serenata, eco de invisíveis festas!

A que se dirigiam palavras de amor tão belas, tão ditosas (de que divinos poetas? ),

como as que andavam lá fora pelas ruas e vielas,

diáfanas, à lua, graves, nas pedras…? “

Segundo Dia

“Fechai os olhos, donzelas, sobre a estranha serenata!

Não é por vós que suspira, enamorada……

Fala com dona pobreza, o homem que na noite passa.

Por ela se transfigura, que é a sua Amada!

Por ela esquece o que tinha: prestígio, família, casa…

Fechai os olhos, donzelas! (Mas, se sentis perturbada pela grande voz

na noite a solidão da alma, abandonai, o que tendes,

e segui também sem nada essa flor da Juventude que canta e passa!)”

Terceiro Dia

“Cantara ao longe Cristina, jogral de Deus deslumbrada.

Quem se mirar em seus olhos, seguirá atrás de seu passos!

(Um filho de mercadores pode ser mais que um fidalgo,

se Deus o espera com seu comovido abraço…)

Ah! Que celeste destino, andar a seu lado!

Como Francisco, só de perfeita alegria levar repleto o regaço!

Beijar leprosos, sem se sentir enojado!

Converter homens e bichos!

Falar com os anjos do espaço! (Ah! Quem fora a sombra,

ao menos, desse jogral deslumbrado!)”

Quarto Dia

“Voz luminosa da noite, feliz de quem te entendia!”

(Num palácio mui guardado, levantou-se uma menina:

já não pode ser quem era, tão bem guarnida, com seus vestidos bordados,

de veludo e musselina: já não quer saber de noivos: outra é a sua vida.

Fecha as portas, desce as trevas, que com seu canto ilumina.

Que são lágrimas? Pelo silêncio caminha…).

Um vasto campo deserto, a larga estrada divina!

Ah! Feliz itinerário!

Sobrenatural partida! “

Quinto Dia

“Escutai nobres fidalgos: a menina que criastes é uma vaga sombra,

fora de vossa vontade, livre de enganos e traves.

É uma estrela que procura outra vez a eternidade!

Despida de suas jóias e de seus faustosos trajes,

inclina a cabeça, com terna humildade.

Ramo de luz nos altares, mais linda do que seu nome,

no fogo da caridade queima o que fora e tivera:

ultrapassa a que criastes!”

Sexto Dia

“Voltaram os cavalheiros, com grande espanto na cara.

Palácios tristes… Inútil espada…

Que grandes paixões ocultas nas altas muralhas!

Pasmado, o povo contempla aquela chegada…

(Longe ficara a menina que servir a Deus sonhara, de glórias vãs esquecida,

da família separada. Força nenhuma a seus votos a arrancara.

Aos pés de Cristo caía: não desejava mais nada.)

Olhavam-se os mercadores, com grandes espanto na cara”

Sétimo Dia

“Do pano mais velho usava.

Do pão mais velho comia.

Num leito de vides secas, e de cilícios vestida,

em travesseiro de pedra, seu curto sono dormia.

Cada vez mais pobre tinha de ser sua vida,

a salvar a humanidade dolorida.

Canto ao altar, como num acender de luzes, pés na pedra fria.

Humilde, entre as companheiras; diante do mal,

Destemida Cristina , tênue vivia”

Oitavo Dia

“Já anos se passaram mas não se esquece daquela que no calor da sáuna louca

só cantava e cantava hinos de louvor ao seu noivo Jesus

a menina que, por amor, se despojou do que tinha,

e foi com tanta alegria servir a Deus com sua musica dos anjos e arcanjos a rogar pelos pecadores em agonia.

A morte se avizinha.

Os grandes olhos abertos uma lágrima sustinham:

não se perdeu no mundo o seu sonho de menina!)”

Nono Dia

“Já seus olhos se fecharam.

E agora rezam-lhe ofícios. (Tecem-lhe os anjos grinaldas,

no divino Paraíso. “Pomba argêntea!” cantam, “Estrela claríssima!”).

Santa Cristina humilde foste, muito além do que é preciso!…

O caminho me ensinaste: o que fiz foi vir contigo…

(Assim conversam, gloriosos, Santa Cecilia e os anjos e arcanjos alegres : vede o seu sorriso!).

Que assim partem deste mundo os santos, com seus serviços.

Entre os humanos tormentos, são exemplo e aviso,

pois estamos tão cercados de ciladas e inimigos!

“Santa! Santa! Santa Cecillia ” os anjos cantam.”

Que Santa Cecília com sua doçura, fé e amor possa sempre rogar por aqueles que acreditam em sua força e no amor divino.

Vença Seus Desafios de Vida Com a Ajuda de Esotéricos Experientes

Rate this post