Início Espiritualidade Cristianismo Pentecostes: saiba mais sobre do que se trata essa data

Pentecostes: saiba mais sobre do que se trata essa data

0
4738
dia de pentecostes

O Pentecostes é uma das datas mais importantes para a igreja católica, isto porque é considerado um símbolo de representação de um momento único. Esta data trata-se de quando os apóstolos se reuniram e pela primeira vez possuíram conhecimento do Espírito Santo e de como recebê-lo.

Abra seus Caminhos AQUI com a Orientação dos Melhores Especialistas em Salmos

Assim a partir desse acontecimento no chamado cenáculo – que era o lugar de reuniões -, a data passou a ser vista como símbolo de sacralidade e fé. Lembrando que o pentecostes acontece no 50º dia após a Páscoa e também é chamado ou conhecido como o batismo no Espírito Santo.

O que é Pentecostes?

Pentecostes comemora a decida do Espírito Santo sobre os Apóstolos de Jesus e também sobre Maria. A própria palavra remete ao número cinquenta, por isso essa data ocorre no sétimo dia depois da celebração da Ascensão de Jesus. Vale ressaltar que isso é porque houveram 40 dias em provação (a Quaresma) – passando na terra seus últimos ensinamentos para seus discípulos -, somando os três dias de sepultamento, que resultarão em 43 dias. Para completar os cinquenta dias, sobram-se 7 , que foram exatamente pelos quais os discípulos se encontraram no cenáculo a espera do Espírito Santo.

Sobre diferentes pontos de vista

Historicamente essa data também é ligada ao festival judaico da colheita, chamado de Shavuot, período que também Moisés recebeu os ensinamentos na tábua Sagrada.

Diversos nomes

Festa da Colheita: celebra a colheita de grãos;

Festa das Semanas: está com esse nome, pelo fato do tempo entre a Páscoa e essa festa;

Dia das Primícias dos Frutos: uma oferta voluntária, pelos primeiros frutos da terra colhidos nessa data;

Festa de Pentecostes: Para esse último e novo nome as razões são diversas. A principal explica que os gregos assumiram o controle, impondo sua língua, por isso o nome foi substituído por uma atualização, cuja o significado deriva de ” cinquenta dias depois”, e é possível que só a partir desse período essa representação tenha ganhado popularidade.

Como era realizada a cerimônia?

Como em sua origem é uma celebração agrícola, cultuada onde se cultivava o trigo e a cevada, essa celebração posteriormente foi levada aos famosos templos. Nas Escrituras Sagradas não é possível identificar com clareza qual eram os passos do ritual, mas é possível lembrar:

  • existia peregrinação até o local do culto;
  • em um momento da festa, continha a reunião de todo material produzido pelo povo e por suas famílias;
  • o trigo ou cevada eram representados como oferta de Deus;
  • os celebrantes também se alimentavam de parte das coisas ofertadas.

Na Bíblia ele é relatado em At 2, 1:6, apresentado:

“Quando chegou o dia de Pentecostes, os discípulos estavam todos reunidos no mesmo lugar. De repente, veio do céu um ruído como de um vento forte, que encheu toda a casa em que se encontravam. Então apareceram línguas como de fogo que se repartiram e pousaram sobre cada um deles. Todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito lhes concedia expressar-se. Residiam em Jerusalém judeus devotos, de todas as nações que há debaixo do céu. Quando ouviram o ruído, reuniu-se a multidão, e todos ficaram confusos, pois cada um ouvia os discípulos falar em sua própria língua”

Podemos assim reafirmar que Pentecostes é um processo de unificação da família, independente de qual cultura e forma de representação ele receba, sua função é sempre agradecer e comemorar o que foi adquirido em benefício do próximo.

Vença Seus Desafios de Vida Com a Ajuda de Esotéricos Experientes

Rate this post

Estamos Online