Início Espiritualidade Conheça mais sobre o Alcorão e seu significado religioso

Conheça mais sobre o Alcorão e seu significado religioso

0
63
Alcorão significado

Hoje em dia, com a sociedade cada vez mais tecnológica, alguns valores religiosos acabam se perdendo. E mesmo com a informação tão perto, muitos acabam ignorando partes importantes de outras culturas, por exemplo, você conhece o Alcorão e seu significado

Hoje aprenderemos um pouco sobre o livro Alcorão e o significado dele para a religião.

Índice – Alcorão e seu significado 📿

Alcorão: significado religioso do livro

O livro Alcorão é pouco conhecido pelas pessoas, inclusive, muitos o confundem com o Torá, da religião judaica. Mas você deve estar se perguntando, afinal, o alcorão é o livro sagrado de qual religião?

O livro Alcorão, ou Corão, é o livro sagrado da religião islâmica, e o Alcorão tem significado para os islâmicos assim como a Bíblia tem para os cristãos. Ou seja, ele é a base religiosa de onde muitas pessoas tiram seu direcionamento existencial.

Assim sendo, os ensinamentos do Alcorão então presentes em vários países do Norte da África e da Ásia, fazendo do islamismo a segunda maior religião do mundo atualmente. E finalmente, para que possamos nos informar mais sobre essa religião, eu trouxe algumas curiosidades sobre o Alcorão e seu significado.

Conheça mais sobre as religiões e a importância da espiritualidade com nossos especialistas!

O livro Alcorão e seus ensinamentos

Como vimos anteriormente, esse livro sagrado representa a segunda maior população religiosa do mundo, e é usado principalmente para o direcionamento de condutas éticas e morais que as pessoas tomam em suas vidas.

A palavra Alcorão tem significado não só religioso, mas também linguístico. Traduzido do árabe, Alcorão quer dizer “recitado ou lido”,  isso porque, de acordo com o islamismo, ele foi recitado pelo profeta Maomé, e deveria ser decorado por aqueles que seguissem a religião.

Assim sendo, o Alcorão foi dividido em 114 capítulos, e tais capítulos divididos em versículos, da mesma forma que a Bíblia. Porém, apesar de o Alcorão também pregar que só existe um Deus (Allah), existem muitas coisas que são diferentes entre essas religiões.

Um exemplo dessas diferenças é a relação dos fiéis com a oração. Pois, enquanto no cristianismo não há uma ‘’obrigação de orar”, no islamismo as pessoas devem fazer 3 ou 5 orações por dia (dependendo da corrente que seguem):

  • Salat-ul-fajar : que acontece ao nascer do sol;
  • Salat-ul-zohar: que acontece ao meio dia;
  • Salat-ul-asar: que acontece no meio da tarde;
  • Salat-ul-maghrib: que acontece ao pôr do sol;
  • Salat-ul-isha: que acontece à noite.

Por consequência, muitos países islâmicos costumam ter alto falantes que anunciam a hora em que a oração deve começar e recitam um versículo do Alcorão. Além disso, os fiéis param o que estão fazendo e participam das orações.

 

Alcorão significado

Alcorão e seu significado na sociedade islâmica

Além do costume de oração, o Alcorão também dita muitas coisas em relação ao convívio da sociedade, inclusive o modo com que as pessoas se vestem. De acordo com a religião, os homens devem andar com o corpo coberto até o joelho, e as mulheres só podem mostrar o rosto.

Contudo, existem algumas peças que são usadas principalmente por aqueles que querem passar um ar mais religioso, como é o caso do “Nicabe”, um lenço usado pelas mulheres que deixa somente os olhos à mostra.

Ainda assim, muitos mandamentos do Alcorão são levados ao pé da letra, porém, conforme o tempo foi passando, algumas traduções foram se perdendo, fazendo com que haja diferentes interpretações da palavra do Alcorão.

Como resultado das diferentes traduções, vieram diferentes interpretações, o que originou as correntes xiita e sunita, que são as mais conhecidas do islamismo. E como os islâmicos têm o Alcorão como o significado literal da palavra de Deus, cada um começou a defender o seu lado, originando os conflitos que vemos até hoje no Oriente Médio.

Vamos ver agora um pouquinho da diferença entre essas duas correntes.

Alcorão: significado para os xiitas e sunitas

A divisão entre essas duas correntes se deu por volta do ano 632 d.C, após o falecimento do profeta Muhammad. Portanto, um novo líder deveria ser eleito. 

Assim, os fiéis da corrente que hoje conhecemos como sunitas colaboraram para eleger Abu Bakr, amigo do antigo profeta e um dos primeiros seguidores do islamismo. Em contrapartida, os xiitas foram contra essa votação, pois acreditavam que o posto deveria ser ocupado por alguém da família do profeta, seu primo Abu Talib.

Atualmente, os sunitas representam 90% dos islâmicos. Sua interpretação das palavras do Alcorão é um tanto mais flexível, além de aceitarem também os textos da Suna, que são textos diretos do profeta. Assim sendo, eles fazem 5 orações diárias.

Ao mesmo tempo, os sunitas ainda  defendem a ideia de que seu líder deve ser eleito pelos próprios islâmicos.

Em contrapartida, os xiitas representam 10% dos islâmicos e sua interpretação dos textos sagrados é vista como a mais radical. Eles defendem a ideia de que o representante do estado deve ser o sucessor legítimo e descendente do profeta. 

Ao contrário dos sunitas, a única palavra que eles aceitam é a do Alcorão, por acreditarem se tratar das palavras diretas de Deus. Dessa forma, os xiitas fazem apenas 3 orações diárias (manhã, tarde e noite).

Aprenda você também a se conectar com o seu lado espiritual por meio de orações!

Alcorão significado

Alcorão e o significado das orações

O ritual de oração dos islâmicos, independente da corrente que seguem, é sempre feito de uma maneira específica. Porém, ao contrário das orações em outras religiões, não é feita com o propósito de se conectar com Deus, e sim como um ritual diário.

Para que esse ritual aconteça, os islâmicos devem estar voltados na direção da Meca, que é a principal cidade sagrada da religião. Além disso, eles devem fazer uma série de movimentos específicos enquanto recitam (em árabe) um dos versos de abertura do Alcorão.

“Em nome de Allah, Clemente, Misericordioso! 

Todos os louvores são para Allah, o Senhor de todos os Mundos. 

Clemente, Misericordioso, Soberano do Dia do Juízo! 

Só a Ti adoramos e só de Ti imploramos ajuda!

 Guia-nos à senda reta, À senda dos que agraciaste, 

Não à dos abominados, nem à dos extraviados”

Independente da corrente islâmica, o ritual acontece sempre da mesma maneira e é algo extremamente importante para eles, mesmo não tendo o sentido espiritual que os cristãos colocam em suas orações.

Em conclusão, espero ter te ajudado a entender a dúvida “o alcorão é o livro sagrado de qual religião” e como o Alcorão e seu significado impactam a religião islâmica. Até a próxima!

Saiba como os rituais e mantras podem te ajudar na sua caminhada espiritual!


Conheça alguns mantras poderosos que podem te ajudar:

Rate this post

Estamos Online