O Poder dos Banhos de Ervas

0
7770

Quando falamos de banhos de ervas, não nos referimos a uma pauta da atualidade, ao contrário, a tradição do uso de erva para banhos é muito antiga, provém de diversas civilizações e culturas milenares, as quais notaram que através desta simples prática era possível se prevenir de futuras doenças, diminuir os sintomas ou se curar.

Fale Agora com Esotéricos Experientes e Receba Simpatias Personalizadas Para Conquistar Seus Objetivos

Os benefícios

Tomar banho de ervas relaxa, perfuma e possui diversos benefícios medicinais que agem tanto no físico quanto no espiritual, garantindo as vantagens: auxílio contra insônia, retira pensamentos e energias negativas do corpo, relaxa (tira o cansaço), retira a ansiedade e estresse do dia a dia, auxilia a elevação espiritual e acalma o físico e espiritual.

Os banhos podem ser feitos até mesmo em crianças para livrá-las de toda energia negativa que tenha ação sobre seu corpo, mas é muito importante que se saiba combinar as ervas, pois cada tipo de caso pede um cuidado diferente.

Há alguns detalhes que devem ser observados antes de qualquer banho:

  • O único impedimento de quem pode usar dos benefícios dos banhos é em caso de alergia a algum tipo de erva;
  • Banhos não interferem em tratamentos médicos (nem os substituem);
  • Todo banho deve conter produtos novos, portanto não reutilize material já usado em outro banho, eles devem ser jogados fora;
  • Dê preferência sempre ao uso de água mineral;
  • O banho deve ser tomado até 2 horas depois de preparado.

A classificação das Ervas

As ervas são classificadas em: quentes, mornas ou frias.

Ervas Quentes

Essas ervas agem como ácido no plano espiritual, elas limpam, anulam e eliminam as energias negativas, são as plantas utilizadas nos banhos de descarrego.

Exemplos: arruda, casca de alho e de cebola, comigo ninguém pode, espada de São Jorge, eucalipto, fumo, mamona e pimentas.

Ervas Mornas

Essas ervas já funcionam como energéticas, trazendo as boas vibrações que foram limpas juntamente com as ruins pelas ervas quentes. Devido a este fator, elas podem ser utilizadas no dia a dia sem nenhum problema. Outro ponto interessante é que para banhos com as ervas mornas pode-se utilizar somente uma planta, não é necessário combinações. Sua energia viva corrige e harmoniza os desvios energéticos que possuímos.

Exemplos: alecrim, alfavaca, alfazema, boldo, camomila, canela, capim-cidreira, cravo da índia, gengibre, girassol, hibisco, hortelã, louro, manjericão, sálvia e samambaia.

Ervas Frias

As ervas frias possuem subclassificações, são elas:

Ervas femininas: são ervas ligadas a sensibilidade espiritual, a estima e aos fatores femininos. Exemplos: rosa vermelha e malva.

Ervas masculinas: são potencializadoras dos fatores masculinos, o que rege pontos materiais da vida. Exemplos: Folhas de louro e café.

Fortalecedoras da intuição: elas agem somente no espiritual e facilitam a ação nos canais de mediunidade. Exemplos: rosa branca e alfazema.

Calmantes: estas ervas agem no físico, causam maior relaxamento e tranquilidade. Exemplos: Camomila e Melissa.

Importante: algumas ervas citadas como mornas, também são exemplos de frias. Isso se deve ao fato de que quando o banho é preparado somente com uma erva morna, sua ação é mais suave, o que a caracteriza como uma erva fria, pois a finalidade de uma erva morna é de energizar o que foi limpo, então geralmente elas acompanham uma mistura de ervas para atingir um propósito mais concentrado e profundo.

Os banhos com ervas auxiliam na limpeza e proteção tanto do seu corpo físico quanto do espiritual, a energia emanada por cada tipo de planta, auxilia a estabilizar ou compensar o que temos desarmonizado em nosso corpo e espírito.

Chega de Indecisão! Esotéricos Experientes te Ajudam a Escolher o Melhor Caminho Aqui

O Poder dos Banhos de Ervas
5 (100%) 1 vote[s]