Início Espiritualidade Pessoas sensitivas: percebendo o mundo com outros olhos

Pessoas sensitivas: percebendo o mundo com outros olhos

0
681
Pessoas sensitivas

Pessoas sensitivas sentem e percebem o mundo como poucos o fazem. São, praticamente, esponjas que absorvem todas as nuances do universo, captam os mais sutis sinais e são extremamente sensíveis.

Um fato interessante é que todos nós nascemos sensitivos, porém, com o passar do tempo, vamos racionalizando mais e mais. Dessa forma, você cria barreiras e esses sinais deixam de ser percebidos e sentidos.

Isso acontece muito pelo fato de muitas pessoas acreditarem que é bobagem, que não existe um sexto sentido. E, infelizmente, essas pessoas acabam prejudicando outras que poderiam desenvolver essa sensibilidade.

Como pessoas sensitivas desenvolvem essa habilidade?

Como dissemos, todos nós nascemos com esse dom de perceber o mundo de forma única, mas tem gente que não consegue desenvolver ou escolhe ignorar. Mas a boa notícia é que tem como desenvolver, sim!

Mas primeiro, vamos ver algumas características de pessoas sensitivas?

  • Se emocionam com facilidade;
  • Lugares lotados são muito incômodos, causam nervosismo e sensação de esgotamento;
  • Tem muita empatia por pessoas e animais;
  • Se emocionam com coisas belas;
  • Luzes muito claras, como lâmpadas fluorescentes, incomodam demais (inclusive algumas pessoas ficam extremamente irritadas com o som que elas emitem);
  • Intuição aguçada e raramente falha.

Na verdade, qualquer pessoa pode desenvolver essa habilidade. Basta paciência e muita dedicação para desbloquear. Vamos ver alguns exercícios?

Meditação

A meditação é uma ótima forma de começar. Por meio dela você consegue se concentrar no aqui e no agora, deixando o passado para trás e sem antecipar o futuro. Comece com um bom exercício de respiração para relaxar.

Pessoas sensitivas sofrem com muitos estímulos, por isso é bom escolher um lugar calmo e confortável para fazer essa prática.

 Esse momento é só seu, então concentre-se em você mesma e compreenda todos os sentimentos que tem em seu coração. Aos poucos, tente focar apenas na sua essência e em como você vê o mundo. 

Relaxe, respire e finalize sua meditação com um bom banho de ervas para revigorar e aguçar seus sentidos.

Tenha empatia

Colocar-se no lugar do outro é imprescindível para as pessoas sensitivas. Na verdade, isso é muito natural. Mas, se você está desenvolvendo essa habilidade, procure “calçar os sapatos dos outros”.

Pense em como se sentem em determinadas situações, como agiriam e resolveriam. Observe as pessoas que estão mais perto de você, faça uma leitura de seus sentimentos por meio de gestos, postura e expressões.

E a empatia não é só direcionada a humanos, mas também serve para animais. Pessoas sensitivas têm muita empatia por animais. Inclusive, costumam sofrer demais quando vêem um animal com algum problema.

Por isso, conviva mais com a natureza e os animais. Aprenda a ler os seus sinais enquanto recarrega as baterias.

Use a imaginação

Quando estiver em um lugar com pessoas desconhecidas, use a imaginação e comece a “adivinhar” como é a vida dessa pessoa. Observe suas roupas, modo de se portar, falar e se mexer.

Em seguida, pense em como foi o dia dela. Cansativo? Agitado? Leve? Muito trabalho ou férias? Estaria doente? Dessa forma, você força o seu lado mais sensitivo a buscar sinais nessa pessoa.

Não é difícil e até é divertido! Eu costumo fazer isso muitas vezes e adoro criar essas histórias e até mesmo me emocionar. Aliás, uma vez conversei com uma psicóloga sobre isso e ela me deu uma visão que a ciência tem sobre pessoas sensitivas.

Como a ciência vê as pessoas sensitivas?

No campo da psicologia, existe uma condição chamada de Highly Sensitive Person (HSP) ou Pessoa Altamente Sensitiva. Acredita-se que cerca de 20% da população mundial seja assim.

O significado dessas pessoas sensitivas é um pouco diferente da que vemos no campo espiritual. A diferença está em racionalizar os “sintomas”. Veja algumas características:

  • Tomam sustos com frequência;
  • Se emocionam com a beleza (natureza, obras de arte, performances…);
  • Ficam incomodadas na presença de muitas pessoas;
  • Se emocionam muito com filmes ou peças de teatro que envolvem dramas ou muito sofrimento;
  • Preferem ficar sozinhas para acalmar a mente e o coração.

Basicamente são os mesmos sintomas, no entanto, como falamos anteriormente, a racionalização acaba por restringir a eventos externos. Uma pessoa altamente sensitiva pode desenvolver mediunidade sensitiva? Sim, ela pode. Basta fazer aqueles exercícios que citamos logo acima.

Mas o mundo é dividido em pessoas sensitivas e não sensitivas? Não, tem muito mais coisa por aí!

Sencientes, pessoas sensitivas e intuitivas

É comum vermos a palavra senciente ser relacionada a animais, como gatos, cachorros, golfinhos e muito mais. Na verdade, em uma tradução livre, o ser senciente é aquele que percebe e sente o mundo por meio dos sentidos e de forma consciente.

Gatos e cachorros têm essa sensibilidade mais aflorada, pois estão conscientes de algo está acontecendo com seus donos ou com outros animais de estimação que convivem com ele.

O mesmo pode acontecer conosco. Uma pessoa senciente é capaz de sentir vibrações e ter impressões sobre uma série de fatos e de forma completamente consciente. É quase como uma intuição muito aguçada.

Um senciente é sensitivo? Sim! Mas nem toda pessoa sensitiva é senciente. Essa é uma habilidade que precisa ser bem desenvolvida, afinal, são coisas mais focadas.

Pessoas intuitivas trabalham mais com o acaso. Ela percebe, mas não sabe de onde veio e nem sempre consegue traduzir essa mensagem. Elas têm a sensação de que algo está deslocado mas não sabem o que e nem o porquê.

Pessoas sensitivas são intuitivas? Sim! Mas nem todas as pessoas intuitivas são sensitivas. Dessa forma, podemos dizer que sensitivos têm a habilidade mais apurada que uma intuitiva e está no caminho para ser senciente.

Quer desenvolver essa habilidade ou saber mais sobre pessoas sensitivas?

Procure literatura adequada, converse com pessoas sensitivas, troque experiências e viva essa habilidade com frequência.

Se quiser abrir seu coração e ser acolhida, procure um de nossos esotéricos sensitivos. Converse sobre como percebe o mundo e tente melhorar a sua percepção.

Um grande beijo e até a próxima! ✨

5/5 - (2 votes)