Início Espiritualidade Cristianismo Hitória de Maria Madalena – Quem realmente foi Maria Madalena? Vamos desvendar...

Hitória de Maria Madalena – Quem realmente foi Maria Madalena? Vamos desvendar esse mistério!

0
136
História de Maria Madalena

A história de Maria Madalena durante a existência humana tem sido contada de diversas maneiras. Entre suas passagens existem muitas coisas que foram faladas e que passeiam por inverdades e crenças que nasceram através da curiosidade e observação do homem.

No dia 22 de Julho é comemorado o dia de Santa Maria Madalena, e nós vamos fazer um passeio pela sua história, simbolismo, e as crenças envolvendo o seu evangelho.

Receba orientações e direcionamentos verdadeiros para sua vida, aqui!

Índice

Afinal, a dúvida que paira é: Maria Madalena foi mulher a frente do tempo ou apenas uma serva de quem seu trabalho e companheirismo foram ferramentas essenciais para a disseminação do cristianismo? Vamos descobrir, juntos! 

O significado e simbolismo do nome Maria Madalena

Vindo do aramaico, Madalena significa “torre” e traz em seu significado a simbologia de ter uma visão do alto, uma visão privilegiada e muito ampla.

Na bíblia é Maria Madalena a primeira a perceber que a sepultura de Jesus estava vazia ao terceiro dia, alguns historiadores dizem que a explicação para o acontecimento vem da simbologia do olhar privilegiado do alto, que Madalena tem, o olhar de alguém que está sobre uma torre.

A história de Maria Madalena na bíblia

A história de Maria Madalena bíblia se confunde com as poucas informações contidas nela, que foram surgindo a partir de diversas interpretações.

Entre os poucos momentos da aparição de Maria Madalena nas escrituras, ela surge na história durante as viagens missionárias que Jesus fez pelas terras de Galiléia, Judéia e Israel.

É na fase missionária que dentro do evangelho de São Lucas ela é citada como uma das mulheres que acompanhavam o movimento de Jesus que estava em missão junto aos apóstolos.

Maria Madalena e o evangelho de São Lucas

É o evangelho de Lucas o único a citar a história de Maria Madalena antes da morte e renascimento do Salvador. Ele cita que ela andava junto a outras mulheres de cidade em cidade servindo com seus bens a Jesus e seus discípulos.

Ainda no evangelho de São Lucas a história de Maria Madalena é retratada como uma mulher pecadora e que foi curada de uma possessão demoníaca por Jesus:

“Os doze estavam com ele, como também algumas mulheres que tinham sido livradas de espíritos malignos e curadas de enfermidades: Maria, chamada Madalena, da qual tinha saído sete demônios.” (Lucas Cap.8 Vs.2)

Na bíblia não existem informações sobre sua origem genealógica, ou seja, não é possível saber exatamente a qual família ela pertencia, se existiram irmãos ou até mesmo se ela foi casada.

Conheça nossos consultores especializados em autoconhecimento, aqui!

Foi entre o calvário de Jesus e a sua ressurreição que a história de Maria Madalena tem seus momentos mais importantes. Foi sua presença nesses acontecimentos que serviram, posteriormente, como testemunhos de crença da ressurreição.

Posteriormente, no terceiro dia, Madalena encontra o sepulcro vazio, e também presencia a ressurreição de Jesus, retratado no evangelho de João, fazendo dela o testemunho mais importante do acontecimento.

História de Maria Madalena

Entre as muitas teorias, a história de Maria Madalena ganhou diversas crenças, uma delas é de que ao seguir Jesus e ter a fé como luz para a sua vida ela tentaria não ceder aos encantos e desejos que sua condição humana lhe trazia.

Alguns textos apócrifos, não reconhecidos de maneira oficial, trazem outros lados da história não contados ou não citados em Maria Madalena na Bíblia, e que elevam a sua existência e a colocam em outras perspectivas. Uma das mais conhecidas  é de que Madalena foi fundamental para a disseminação do cristianismo.

Muitas vezes, é retratada como frágil e arrependida, ela foi por diversas vezes vinculada a ideia de que teria sido uma prostituta que se arrependeu de tal modo de vida que decidiu abandonar tudo e seguir Jesus.

Da mesma forma, há teorias que dizem que além de seguidora de Jesus Cristo, Madalena era aquela que apoiava Ele em todas suas vontades divinas.

Ou seja, usava dos próprios bens para que as viagens missionárias pudessem acontecer. Nessa teoria, alguns estudiosos se baseiam para defender a reputação de Maria Madalena.

Ela seria uma mulher com muitos bens e não havia necessidade para tal escolha.

No evangelho de Felipe, a interpretação ganhou força nos tempos modernos. Com isso, a história a tornara uma mulher livre, independente, e foi nessa teoria inclusive que ganhou veracidade uma possível atração carnal por Jesus que não é reconhecida no evangelho de Maria Madalena.

O evangelho de Maria Madalena 🙏

O evangelho de Maria Madalena surgiu em textos que foram publicados nos anos de 1938 e 1983 e surgiram através de papiros do século III.

A história trazida por estes papiros revela dentro da história de Maria Madalena que ela se tornará uma fonte secreta de revelações feitas por Jesus, e a simbologia vem justamente da relação mais estreita e próxima que tinha com Ele.

Em suas passagens, Jesus se encontra com Maria Madalena e seus discípulos. Nesses encontros, manda que eles continuem a pregar o evangelho aos povos, e então os discípulos se enfraquecem em fé sentindo incapacidade de continuar a obra do Salvador.

Acontece então, que Maria Madalena é tomada por uma força e passa a animar os discípulos para que cumpram o mandado deixado por Jesus em sua visita após o seu renascimento.

Pedro é quem confronta inicialmente sobre as revelações que Maria Madalena repassa aos discípulos, e Levi a defende acusando Pedro de ficar contra uma mulher como faziam os adversários.

Assim, anima-os a aceitar que tinha Jesus preferência por Maria Madalena!

É no Evangelho de Maria Madalena que muitas pessoas se assustam ao se deparar com informações de que ela não era uma prostituta e que foi uma mulher muito amada por Jesus. Além disso, mostra que Jesus sempre esteve ao lado das mulheres, dos pecadores e enfermos.

 A criação do dia de Santa Maria Madalena ✝

A história de Maria Madalena como dito anteriormente, passeia por diversas teorias.

Apontada como pecadora, e que lavou, ungiu e secou os pés de Jesus com seus cabelos, na casa de Simão.

Em 2016 ganhou um dia especialmente seu. O Papa Francisco transformou o dia 22 de julho em sua data, com o intuito de assinalar a relevância dela ao mostrar o seu amor por Cristo.

Ela é considerada a padroeira dos pecadores arrependidos e das mulheres.


Aproveite para conferir a oração de Santo Expedito, para causas urgentes:

5/5 - (1 vote)