São Valentim – A fé por meio do completo amor

Santo Valentim

Celebra-se em 14 de Fevereiro o dia de dois Santos chamados de São Valentim e o outro de São Valentim de Terni. Eles foram padres e viveram no mesmo século, dedicaram a vida na luta pela liberdade dos namorados através da devoção e amor por Jesus Cristo, por isso sempre ensinavam sobre o matrimônio e sobre toda graça que é a união de dois corpos.

Qual o Melhor Salmo da Bíblia Para Você? Nossos Especialistas Recomendam

RECEBER AJUDA DE ESPECIALISTA

Vale lembrar que é por causa desses padres e de suas maneiras de enxergarem o amor, que existe o dia dos namorados em 14 de fevereiro, comemorado em diversas partes do mundo e também chamado de Dia dos Valentins (Valentin’s day).

História de São Valentim

São Valentim viveu em Roma no tempo de um governador chamado Claudio, mas na época o seu Império enfrentava vários problemas, por causa das inúmeras batalhas perdidas.

Em muitas análises Claudio chegou a uma conclusão: atribuiu a culpa das derrotas nos soldados que eram casados, achava que aqueles que iam para a guerra solteiros se arriscavam muito mais do que estavam unidos. E ainda completava o raciocínio se defendendo no ponto de que aqueles que estavam solteiros e se feriam, iam para casa mas quando voltavam casados, não lutavam do mesmo jeito. Por isso Claudio proibiu todos soldados de se casarem.

Padre Valentim ao saber de tudo isso não concordou e o julgou como um ato injusto. Por isso continuava a celebrar os casamentos secretamente. Quando Claudio soube de sua ousadia, interrogou-o diante a todos em um julgamento, e Valentim na sua defesa dizia sobre o matrimônio como uma união Sagrada e querida por Deus e que o Imperador não tinha o direito de proibir isso. Fato que deixou Claudio mais revoltado ainda, e por isso mandou com que prendessem o Santo e o enviasse a uma prisão domiciliar na casa do prefeito de Roma, cuja família inteira era de pagã.

O milagre de São Valetim

Enquanto vivia na casa do prefeito, o mesmo contou para Valentim sobre o sofrimento que passava com uma das suas filhas que era cega, consequentemente São Valentim prometeu que pediria a Jesus Cristo para que curasse a jovem.

Alguns dias depois, através de diversas orações a jovem estava curada e neste momento a família inteira do prefeito tinha se convertido a fé cristã.

Morte de São Valentim

No dia 14 de fevereiro do ano de 268 d.C que São Valentim foi condenado à morte pelo prefeito de Roma, onde recebeu pauladas e posteriormente foi decaptado decapitado.

História de São Valentim de Terni

Valentim foi o sagrado bispo de Terni, também considerado o fundador desta cidade italiana. Bem ao lado da igreja, ele construiu sua casa com um enorme campo de rosas, no tempo vago que não estava se dedicando a igreja, o bispo gostava de cuidar de suas roseiras e abrir seu jardim para jovens e crianças visitarem.

Em todo pôr do sol ele abençoava cada criança e lhes davam uma flor para que fossem levadas às mães, ele queria que o amor se espalhasse e que todas as elas sentissem o respeito e confiança pelos pais.

Famosos conselhos

Tenri ficou muito conhecido pelas conversas e o modo como se expressava sobre o amor, ele conseguiu reconciliar inúmeros casais de namorados. Certo dia em seu jardim haviam dois jovens namorados que estavam discutindo, Valentim pegou uma rosa e foi até eles, e com um sorriso lhes deram uma das maiores lições:

“As rosas são lindas, perfumadas, delicadas, mas tem espinhos. E elas não vivem sem espinhos. Assim também são as diferenças entre o casal. É preciso conhece-las, respeita-las e trata-las com delicadeza para que nenhum dos cônjuges seja ferido. Agindo assim, serão felizes e as brigas desaparecerão.”

Depois de alguns meses, São Valentim estava celebrando o casamento dos jovens, fazendo com que sua fama de casamenteiro se espalhasse.

O dom da cura

Quando Valentim estava em Roma, ele converteu um dos mais famosos filósofos da época, chamado de Crato, além de curá-lo. Isso o levou a ser denunciado, preso e julgado. E mesmo com o povo tentando ajudá-lo e defendê-lo, não teve jeito, e São Valentim de Tenri foi decapitado em 14 de Fevereiro de 273.

Crato ao ver tudo, resgatou o corpo de Valentim e o transportou para a cidade de Terni, onde fez questão de fazer um sepultamento digno.

Portanto, São Valentim de Terni foi incluído no calendário como protetor dos namorados e dos jovens, conhecido também como patrono do amor.

Oração de São Valentim

Oração 1

“Meu querido São Valentim,
Tu que proteges o amor
E favoreces a fertilidade,
Dá-me a sabedoria e a sensibilidade necessárias
Para saber reconhecer o verdadeiro amor
Quando o encontrar,
E conserva junto de mim
a minha alma-gémea.”

Oração 2

“São Valentim, patrono do amor, lance seus olhos bondosos sobre mim. Impeça que maldições e heranças emocionais de meus ascendentes e erros que tenha cometido no passado perturbem minha vida afetiva. Desejo ser feliz e fazer as pessoas felizes. Ajude-me a entrar em sintonia com minha alma gêmea, para que possamos desfrutar o amor, abençoados pela providência divina. Peço a tua intercessão poderosa, junto a Deus e Nosso Senhor Jesus Cristo. Amém”

Novena de São Valentim

Reze a oração abaixo durante os 9 dias, e finalize com um Pai-Nosso, uma Ave-Maria e um Credo.

Oração

“Ó Jesus Cristo, Salvador nosso, que viestes ao mundo para o bem das almas dos homens, mas que fizestes tantos milagres para dar saúde ao corpo, que curastes cegos, surdos, mudos e paralíticos; que curastes o menino que sofria de ataques e caía na água e no fogo; que libertastes aquele que se escondia entre os túmulos do cemitério; que expulsastes os maus espíritos dos possessos que espumavam; peço-vos, por intermédio de São Valentim, a quem destes o poder de curar os que sofrem de desmaios e ataques, livrai-nos da epilepsia.
São Valentim, peço-vos especialmente que restituais a saúde a (nome do doente). Fortalecei-lhe a fé e a confiança. Dai-lhe coragem, ânimo e alegria nesta vida, para que possa render-vos graças a vós, São Valentim e adorar a Cristo, o divino médico do corpo e da alma.
São Valentim, rogai por nós.”

Que no dia de São Valentim, possamos encher nossos corações de amor, paz e harmonia. Assim como os dois dedicaram suas vidas não só pela fé, mas para explicar a importância do matrimônio, que entendamos também a importância do amor em nossas vidas.

Vença Seus Desafios de Vida Com a Ajuda de Esotéricos Experientes

ESCOLHER UM ESOTÉRICO

São Valentim – A fé por meio do completo amor
5 (100%) 1 vote
Compartilhe!
Share

Você Também Pode Gostar De: