Início Dicas de Bem-Estar Autoconhecimento Sexualidade do jeito que você quer: liberdade feminina!

Sexualidade do jeito que você quer: liberdade feminina!

0
459
Sexualidade

Ah… A sexualidade… algo tão natural e ao mesmo tempo tratada como um bicho de sete cabeças. A demonização da sexualidade e do prazer feminino não é de hoje e está tão incutido em nossas mentes que nós mesmas criamos barreiras e perpetuamos ideias erradas.

Gostar de quem você quiser, como quiser, sentir prazer, se identificar com gêneros (ou não), ter consciência da própria sexualidade era para ser algo normal. No entanto, o que mais vemos é intolerância, fake news, repressão e distorção de fatos.

Tudo isso colabora para um atraso gigantesco em nossas descobertas, o que ocasiona uma série de dúvidas, medos e constrangimentos. Ou seja, vemos mulheres que já constituíram família que pouco sabem sobre sua sexualidade e sobre prazer.

Pensando em todas essas questões, nós traremos para você uma visão holística sobre a sexualidade: corpo-mente-espírito.

Você se dá bem com a sua sexualidade? Qual foi a última vez que pensou nisso de forma consciente?

Sexualidade não é só identificação de gênero e sexo. Ou seja, sexualidade é um pacote completo que define o que você é e como você reage perante a vida.

A sua sexualidade não é igual a minha, que não é igual a da Juliana e que não igual a do João da esquina. Cada um tem a sua e deveria ter consciência dela e de como isso é importante para sua saúde física, emocional e espiritual.

Como dissemos anteriormente, queremos dar uma abordagem holística para a situação e explicar que amar seu corpo, como você se relaciona com ele e com outras pessoas não é errado ou pecado.

Vamos começar pelo lado espiritual que é mais complexo e impacta nossa vida de uma forma gigante.

Sexualidade e religião: o lado espiritual

Não podemos negar que a religião influencia muito a sexualidade feminina. Aliás, há quem acredite que a origem para tanto tabu vem das mais diversas religiões.

A romantização da virgindade e da castidade, cercadas de fogo e enxofre para quem não segue as regras, não ajuda muito. Mas vamos tentar traduzir esse pensamento.

Primeiramente, sexo pelo sexo é bom, mas não podemos esquecer que se trata de uma troca energética. Uma noite de prazer pode ser muito cansativo para o seu lado espiritual. Afinal, com essa troca de energias, você não sabe o que vem do outro lado.

Por isso as religiões pregam tanto o celibato, sexo pós casamento e mais um tanto de coisas relacionadas a isso. Digamos que a brincadeira de “telefone sem fio” fez a mensagem chegar errado em nossos ouvidos.

Sexo é bom, é maravilhoso e incrível, mas é preciso ter consciência da sexualidade. A palavra preservação acabou tendo um significado negativo nesse caso, pois foi associada ao celibato, pureza e bondade.

Dessa forma, quem tem consciência de sua própria sexualidade é uma pessoa má, impura e outros adjetivos lindos que só nós mulheres ouvimos de pessoas que se dão conta que, sim, nós fazemos sexo e gostamos disso.

Não quero demonizar as religiões, de verdade. Só quero que a informação chegue de forma correta aos ouvidos das pessoas. A sua religião desaconselha sexo por prazer e para você isso está ok? Isso só é bom se você não negar a sexualidade. Como assim?

Negar a sexualidade é ignorar que sente vontade de dar e receber prazer, assim como do potencial de compreender isso. Está consciente da sua sexualidade e decidiu se preservar? Está tudo bem!

Quer entender mais sobre o vínculo das religiões cristãs com a sexualidade de uma forma a não condená-las? Assista o vídeo abaixo da sexóloga Cátia Damasceno.

Agora você deve estar se perguntando sobre outras vertentes religiosas não cristãs, como a Wicca, não é mesmo? Algumas religiões incorporam muito bem o poder da sexualidade em suas crenças sem cair na promiscuidade.

Na Wicca, a Deusa é fértil, sábia, amante e dona de sua sexualidade. Tanto que ela se encontra com o Deus para que seja fecundada e ela traga a vida. A sua infinita sabedoria, consciência e bondade torna as mulheres livres, assim como sua sexualidade.

Quer entender mais como a Wicca trabalha a sexualidade? Acompanhe o vídeo abaixo, que apesar de longo, é informativo (Dica: acelerar o vídeo no Youtube é uma maravilha para poupar tempo).

Sexualidade e a descoberta do corpo

Sentir prazer não é errado. Se masturbar não é errado. Gostar do mesmo sexo não é errado. Não se identificar com gênero que nasceu não é errado. Amar e se amar não é errado.

Errado é negar sua sexualidade e evitar ter consciência disso. Errado é não se proteger quando mantém relações sexuais com outra pessoa. Errado é não se conhecer e se envergonhar disso.

Sua religião não permite? Ok. Mas tenha consciência de que existe uma energia sexual e que você a sente mas não quer ceder a ela. Portanto, transforme toda essa vontade em outra atividade edificante, como fazer exercícios físicos.

Mas, já adianto, o orgasmo feminino traz muitos benefícios… Além de te deixar mais feliz e leve com a vida. Mas para que isso aconteça, é preciso conhecer o próprio corpo.

Por isso, se toca, menina! Feche a porta do quarto, tenha certeza de que está sozinha ou de que não vai ser incomodada, pegue um espelho e vá pra cima da cama. Conheça seu corpo, saiba onde é bom ou não ser tocada.

Mate essa curiosidade que já deveria estar morta a bastante tempo, não é mesmo? Só assim você estará ciente de seu corpo e conseguirá identificar quando as coisas vão bem ou não.

Para finalizar este tópico, duas dicas: procure ir com frequência ao ginecologista e pergunte tudo que queira saber, ok? E NUNCA se compare as atrizes de filme pornô. Sexo é mais simples e delicado na vida real, assim como os corpos não são nada parecidos (inclusive a estética da vulva).

Saúde mental e sexualidade

Só esse tópico daria uma publicação completa! Mas vou fazer o resumo do resumo para você: quanto mais você esconder e negar a sua sexualidade, pior é. E não estou falando apenas em sair do armário, mas em admitir que é uma pessoa sexualizada, que gosta de sentir prazer e que se conhece.

Cuidar da saúde mental é importantíssimo, pois ela é a chave para o equilíbrio do corpo e do espírito. Uma mente doente, adoece o corpo e prende o espírito. Por isso, lembre-se que o prazer, a sexualidade, o desejo e a felicidade são coisas naturais e você não deve deixar ninguém opinar sobre sua vida.

Lembre-se que sempre estamos aqui, de  braços abertos para ouvir e ajudar você. Quer orientação espiritual sobre sua sexualidade ou qualquer assunto relacionado? Converse com um de nossos esotéricos.

Quer ler mais a respeito de sexualidade, tem perguntas ou está curiosa sobre alguma coisa, deixe uma mensagem nos comentários aqui embaixo que teremos prazer em ler!

Grande abraço e um beijo carinhoso! 💚

5/5 - (2 votes)