Início Dicas de Bem-Estar Pesadelos constantes no espiritismo: O que significa?

Pesadelos constantes no espiritismo: O que significa?

0
3981
pesadelos constantes espiritismo

Você tem tido muitos pesadelos ultimamente? Acorda angustiada e passa o dia inteiro preocupada? Saiba que pesadelos constantes no espiritismo têm um significado importante.

Acompanhe nosso artigo para saber qual o real significado. Além disso, descubra como se proteger e evitar que isso aconteça.

Pesadelos constantes no espiritismo: o que é sonho e o que é pesadelo?

Primeiramente, antes de nos aprofundarmos mais no assunto sobre pesadelos constantes no espiritismo, precisamos entender o que é o sonho.

O sonho, segundo o espiritismo de Allan Kardec, pode ser classificado em três categorias: sonhos comuns, sonhos reflexivos e sonhos espíritas. Vamos entender o que cada um é?

Sonhos Comuns

São aqueles sonhos baseados no que vivemos naquele dia. Ou seja, resquícios do dia que nos impressionaram de alguma forma e o transportamos para o mundo dos sonhos.

Nesse sentido, é uma forma do nosso subconsciente reciclar nossas memórias e manter nossa psique saudável. Dessa forma, não sobrecarregamos nosso “compartimento de memórias” com coisas inúteis.

Por exemplo, você olha pela janela e vislumbra um jardim florido que até pouco tempo atrás não estava assim. Isso a impressiona de certa forma e ao dormir acaba sonhando com flores, um campo florido ou até mesmo o jardim que viu.

Sonhos Reflexivos

Os sonhos reflexivos, segundo o espiritismo, trata-se de fragmentos vividos em outras encarnações. Esses fragmentos nos fazem refletir sobre aquela vivência.

Dessa forma, nos perguntamos que mensagem será que ela quer nos transmitir? Que posso tirar de bom dessa lembrança que veio à tona?

Normalmente são  sonhos lúcidos, muito vívidos. Quando acordamos lembramos com detalhes as cores, cheiros, texturas…

Sonhos Espíritas

Se você sabe o que é reencarnação, sabe que nossos espíritos são livres. Sendo assim, quando estamos em sono profundo, nosso espírito se desprende de nosso corpo. Dessa forma, ele vaga por uma sorte de lugares e situações.

Quando isso ocorre, quase não nos lembramos do que vivemos em sonho. Isso acontece por não estarmos ainda preparados.

Nesses “passeios” que o espírito faz, ele reencontra com familiares que já fizeram a passagem. Nesses encontros, trocas de conhecimentos são feitos e, quando acordamos, temos aquela sensação de plenitude, de bem estar e alegria.

Também é através dos sonhos espíritas que temos nossos sonhos premonitórios e recebemos mensagem mediúnica. Agora que já sabe diferenciar os três tipos de sonho, vamos entender o que são os pesadelos constantes no espiritismo.

Pesadelos constantes no espiritismo: por que eu tenho?

Assim como os sonhos são divididos em três categorias, os pesadelos constantes no espiritismo também o são e seguem praticamente a mesma regra.

Diferentemente dos sonhos, os muitos pesadelos nos deixam angustiados, tristes e atrapalham nosso sono. Vamos analisar cada caso separadamente?

Pesadelos Comuns

Bem como no sonho comum, o pesadelo comum não passa de um resquício do nosso dia. A psique tenta reciclar e elaborar essa informação da melhor forma possível visando nosso equilíbrio e bem estar.

Por exemplo, se presenciamos um acidente de carro e isso nos choca profundamente, é provável que isso seja revivido em sonho. E por que o revivemos?

Segundo a psicologia, tanto a vertente freudiana quanto a junguiana, acreditam que essa é uma forma de elaborarmos essa situação estressante para que não continue nos afetando. Além disso, também é uma forma de aprendermos a evitar esse tipo de situação ou de como sair dela.

Pesadelos Reflexivos

De todos os tipos, esse é o pesadelo mais comum. Assim como o sonho reflexivo, esse também se trata de uma lembrança vivida em outras encarnações.

Do mesmo modo que o sonho reflexivo, esse tipo de pesadelo também pode apresentar uma mensagem que precisa ser compreendida. Normalmente é algo que precisamos resolver durante essa última passagem na terra.

Todavia, pode ser que esse pesadelo seja uma simples lembrança de algo terrível que aconteceu em outra encarnação e nos marcou tão profundamente que constantemente nos visita.

Esse tipo de memória nada tem de ligação com nosso cérebro físico, e sim com nosso cérebro astral. Nosso subconsciente astral traz de volta essa lembrança que ficou impressa devido ao grande impacto que nos causou.

Geralmente, os pesadelos constantes no espiritismo tem a tendência de se repetir e ser recorrente. Além disso, pode se tratar também de uma lembrança do plano astral, de quando se estava desencarnado.

Pesadelos Espíritas

Pesadelos espíritas é uma experiência real do nosso espírito em outro plano. De acordo com o espiritismo, o pesadelo constante desse tipo ocorre quando nosso espírito se desprende do corpo físico e vaga por lugares sombrios.

Esses locais sombrios podem ser os diversos umbrais em que estão os espíritos sem luz. No umbral várias coisas terríveis podem acontecer, fazendo com que seu espírito sofra e volte sobrecarregado.

Além disso, não podemos esquecer que, como assim temos afetos em nossa vida espiritual, também temos desafetos. Essas confusões podem acontecer por conta do desafeto querer prejudicar seu corpo físico, deixando-o cansado e atemorizado.

O que posso fazer para evitar esses pesadelos constantes, segundo o espiritismo?

Fortaleça sua mente! Mantenha-se ocupada de bons pensamentos durante o dia. Procure fazer o bem para si e para os outros.

Quanto mais luz você trouxer para sua vida, menos a escuridão tomará conta. Se experienciamos coisas boas ao longo do dia, levaremos isso para nosso sonho.

Se mesmo assim continuar tendo esses pesadelos constantes e acreditar que pode ser algo espiritual, busque ajuda em algum centro espírita. Converse e estude bastante para se manter forte.

Conhecimento nunca é demais e você ainda pode descobrir que pode ter alguma mediunidade e ajudar o próximo.