13 princípios desejáveis à conduta de todos os Bruxos

13 princípios wicca

Os bruxos são descendentes diretos dos antigos Sacerdotes e Sacerdotisas, eles acreditavam na força da grande Deusa. E por isso, suas vozes ecoam na eternidade e rodeiam todos os bruxos, através da energia de toda existência humana que os cercam (Lua, Sol e natureza).

A Espiritualidade te Ajudará a Superar Desafios e Alcançar seus Objetivos. Clique Aqui e Comece Agora seu Atendimento

 

Bruxos não acreditam na luta entre o bem e o mal, porque essa religião ensina que tudo tem seu lugar correto e suas funções, mesmo que sejam dolorosas, pois elas são necessárias para a evolução pessoal e espiritual do ser. Por isso é uma religião libertária, e que se apoia em uma diretriz básica, a Lei Tríplice. Isto é:

“Tudo que fazemos para o bem ou para o mal retorna triplicado para a nossa vida e nesta encarnação.”

E também o Dogma da Arte:

” Faça o que quiser desde que não prejudique nada e ninguém.”

Além disso, pontua-se 13 princípios que um bruxo deve seguir. Confira!

Os 13 princípios desejáveis

  1. Realizar os ritos das forças naturais, marcados pelas estações e fases da Lua;
  2. Utilizar dos 3 R’s Reduzir, Reutilizar e Reciclar. Além de levar como conduta a responsabilidade social e ecológica;
  3. Não achar que é melhor que ninguém, porque cada um tem o poder individual e único. Sendo que todos possuem uma força muito maior do que aparentam;
  4. Não incentivar ações que valorizem e manifeste interações negativas de comparação entre feminino e masculino. Ninguém nessa terra pode se dominar melhor do que o outro, todos nós somos energias complementares e devemos respeito;
  5. Reconhecer o poder do autoconhecimento e utilizá-lo no mundo externo. A interação positiva desses dois mundos formam a poderosa magia;
  6. Não reconhecer hierarquia ou doutrina, mas saber respeitar os ensinamentos de todos aqueles que dividem seus conhecimentos e experiências. Ter sempre mais humildade para ouvir do que falar;
  7. Acreditar que não há nada maior que a magia, a sabedoria e a religião, porque é só assim que se consegue alcançar uma vida transbordada de paz;
  8. Coleções de título ou graus de iniciação na bruxaria não forma ninguém, vai muito além disso. Um verdadeiro bruxo busca sempre o caminho do autoconhecimento. Ele sabe controlar suas forças internas equilibrando qualquer situação positiva ou negativa de sua vida. De modo que todos os momentos sejam de completa harmonia sem causar danos aos outros;
  9. Lembrar que a gratidão é a melhor saída para tudo, porque quando reconhecemos nosso papel dentro do universo, damos sentido em nossas vidas e na existência de tudo, fazendo parte da evolução;
  10. Respeito acima de tudo! Um bruxo não possui preconceito com absolutamente nada, mas tenta compreender todas as manifestações de outros seres. Por isso respeitar toda raça, credo, religião, política ou forma de viver. Todos fazem parte do caminho correto e verdadeiro e devem estar a onde exatamente estão. Por isso se um indivíduo que é bruxo possui preconceito, aversão, ódio ou criticas a forma de vida de outras pessoas, não é um verdadeiro bruxo;
  11. Respeitar e assumir a Lei Tripla e o Dogma Arte. Nunca negar fazer parte da Arte;
  12. Não aceitar, nem adorar entidades como Satã, Demônio e Capeta pois um bruxo não adora entidades do tipo, quem o faz é satanista. E também entidades como essas fazem parte de figuras Cristãs;
  13. Sempre buscar harmonia e trabalho dentro da natureza, para aquilo que é sábio e positivo a nossa saúde, felicidade e bem-estar.

Nem todos que se dizem bruxos, realmente são. Muitas fantasias foram criadas em torno da Wicca por causa de tempos difíceis. Mas quem sente o chamado da Deusa entende que viver e respeitar a religião, vai além de harmonizar a vida, mas de assumir um amor,  paz, alegria, sabedoria e acima de tudo muita natureza e gratidão!

Inspirado no livro ” Ritos e Mistérios da Bruxaria Moderna” de Claudiney Pietro.

Fale AGORA com um Esotérico Online e Comece a Direcionar Melhor a sua Vida