Início Dicas de Bem-Estar Autoconhecimento Perguntas de autoconhecimento – Inspire-se e reflita ❤

Perguntas de autoconhecimento – Inspire-se e reflita ❤

Perguntas de autoconhecimento

Perguntas de autoconhecimento 

Em nossas vidas, passamos por muitas situações que nos fazem pensar sobre quem realmente somos. Nesses momentos é extremamente importante estarmos firmados no autoconhecimento e na verdade sobre nós mesmos, e nos confrontarmos com perguntas sobre o autoconhecimento. Elas tem o potencial de abrir nossas mentes e nos fazer refletir sobre o rumo que estamos dando para nossas vidas.

Nesse sentido, a prática do autoconhecimento além de ser algo que leva tempo para dar frutos, é uma prática que pode doer um pouco. Mas a dor e o tempo necessários para o autoconhecimento é o que vai fazer a sua mente, seu espirito e suas emoções florescerem de forma madura e sadia.

Por exemplo, as perguntas de autoconhecimento que te mostrarei hoje, servem para te fazer despertar da inércia e estar atento às suas questões particulares.

Além disso, nunca é tarde para reconhecer a necessidade de se conhecer e mergulhar em você mesma. Por isso preparamos algumas perguntas sobre autoconhecimento, para você se fazer e meditar a respeito de suas respostas.

Em suma, esse é o seu primeiro passo em busca de uma vida melhor e uma jornada brilhante!!!

Questões para refletir 

“Quais são os meus 3 pontos fortes?”

Ao nomear seus pontos fortes, você poderá reconhecê-los mais facilmente em todos os pequenos gestos diários e alcançar um melhor bem-estar. Você precisa pegar seus bons momentos com mais frequência. Cada vez que você se culpar, terá que pensar em seus pontos fortes.

”Quando eu era criança, o que eu queria ser?”

Você seguiu o caminho que queria? Você fez algum desvio? Ou talvez, você simplesmente se ramificou? Independentemente disso, é interessante refletir sobre o caminho que você escolheu ou que se impôs, e descobrir o que isso lhe trouxe.

“Quem são as 2 pessoas que mais me inspiram?”

Todos precisam de modelos e mentores. E você não precisa conhecê-lo pessoalmente. Você pode se inspirar em personalidades influentes, colegas, professores ou até mesmo pessoas em seu círculo imediato. Esses modelos guiarão suas escolhas e ações.

“Do que me envergonho?”

Você pode não estar totalmente orgulhoso de tudo o que fez. Às vezes você carrega remorsos que te corroem. É hora de nomeá-los e de se libertar deles. Encontre uma maneira de corrigi-los para se sentir melhor.

“Qual nova atividade eu gostaria de experimentar?”

Certamente você tem uma lista de atividades ou coisas que gostaria de fazer ou pelo menos tentar. Mas você também tem uma lista muito longa de motivos que o levam a sempre adiar esse projeto. Encontre tempo para fazer pelo menos uma das coisas durante as próximas semanas. Desafiar-se é estimulante!

“De qual habito eu gostaria de me livrar?”

Desde já, é importante lembrar que não se trata de fazer sua lista de falhas. Mas tenha como alvo um hábito que você adquiriu ao longo dos anos e do qual gostaria de se livrar. Então, encontre ações concretas para eliminá-lo de sua vida para sempre!

“Onde me sinto mais seguro?”

Sentir-se seguro é uma necessidade básica. No entanto, você pode expandir para incluir também sua segurança emocional. Em que lugar ou com que pessoas você pode ser 100% você? Ao determinar o ambiente que lhe concede o direito de ser autêntico, você verá que isso terá um impacto em sua vida.

“O que fiz da minha vida?”

Afinal, se minha vida acabasse hoje, qual seria minha maior satisfação? Do que eu me arrependeria de não ter feito? Imaginar-se no final da vida não é o exercício mais agradável, mas permite realinhar sua jornada enquanto ainda há tempo. Para evitar arrependimentos, devemos parar de sempre adiar a hora de realizar nossos sonhos.

“O que mais me preocupa, o passado ou o futuro?”

Muitas vezes, você não tem os dois pés plantados no presente. Você navega entre a fabricação de memórias do passado e planos para o futuro. Mas essas idas e vindas podem escurecer os céus no seu interior. Tente fazer as pazes com essas ansiedades sobre as quais você não tem muito controle.

Imagine-se daqui a 5 anos, como será sua vida?

Não se trata aqui de gastar muito tempo sonhando acordado com o futuro. Essa projeção terá efeitos imediatos se você decidir tomar uma atitude que o leve a essa vida dos sonhos. Faça uma colagem com fotos e revistas antigas do que deseja alcançar e coloque em um local estratégico. Será um bom lembrete para trabalhar em direção a esse objetivo.

“Qual é a vulnerabilidade que não demonstro facilmente?”

Seu jardim secreto é pequeno ou muito grande? É normal não revelar tudo para quem está ao seu redor. No entanto, pergunte a si mesmo se guardar esses segredos prejudica sua moral ou consome muita energia. Você poderia confiar em alguém? É hora de fazer um balanço. Você decide.

“O que eu diria ao adolescente que eu era?”

Se você conhecesse o adolescente que era aos 14 anos, o que diria a ele? Ele estaria orgulhoso da pessoa que se tornou? Um salto no tempo seria interessante. Você provavelmente gostaria de dar alguns conselhos à sua versão mais jovem. Que conselho você gostaria de dar a ele? 

Normalmente, esse conselho pode ser aplicado em sua vida hoje (Você costuma dar conselhos que nem sempre segue!). Tente imaginar o que ele diria sobre você na sua idade real. Bom encontro! 

Se você sentir vontade, escreva uma carta para si mesmo como se tivesse 14 anos novamente e se encontre.

“Quem me conhece melhor?”

Quem são as 3 pessoas que melhor me conhecem e que refletem quem realmente sou? Essas pessoas devem estar no centro da sua vida, elas realmente estão? É importante nos cercar de pessoas que nos impulsionam a nos superar e nos tornarmos mais reais. Talvez você possa multiplicar as possibilidades de se verem ou montar um projeto juntos? Sua vida seria melhorada!

“O que eu gostaria de fazer com mais frequência?”

Às vezes, você está sobrecarregado de obrigações e responsabilidades como todo mundo, mas cabe a você encontrar tempo para o que faz sentido para você. Você nunca vai economizar tempo, então deve limpar sua agenda e dar prioridade a você mesmo.. Assim, criará tempo para o que ama.

“Qual é a conquista ou realização da qual mais me orgulho?

Primeiramente, devo deixar claro que esse é um velho reflexo: você tende a se lembrar mais de seus fracassos do que de seus sucessos. Assim que você comete um erro, você fica remoendo e se lembrando daquilo por semanas. Não esqueça seus sucessos – por menores que sejam – anotando-os em um caderno que você pode consultar quando sua autoconfiança vacilar.

Explore ao máximo cada uma dessas perguntas de autoconhecimento, anote, escreva, siga os conselhos e tenha uma vida feliz!!!

Por último, se você se interessou pelo assunto e quer receber conselhos valiosos e poderosos sobre autoconhecimento, aposte no Tarot. Essa é uma ferramenta muito forte que pode ser usada para te beneficiar na busca do autoconhecimento.

Para uma consulta com um tarólogo, clique aqui

5/5 - (1 vote)