Início 2022 Por que você deve apostar no autoconhecimento em 2022?

Por que você deve apostar no autoconhecimento em 2022?

0
226
Autoconhecimento

Não só em 2022, mas o autoconhecimento é para a vida toda e o tempo inteiro. No entanto, não é uma habilidade que se consegue do dia para noite. O autoconhecimento é o resultado de exercícios constantes e muita observação.

De acordo com o campo da psicologia, autoconhecimento é informação real e genuína que alguém possui sobre si mesmo. Além disso, inclui informações sobre:

  • estado emocional;
  • traços de personalidade;
  • relacionamentos;
  • padrões de comportamento;
  • opiniões;
  • crenças;
  • valores;
  • necessidades;
  • objetivos;
  • preferências;
  • identidade social.

Como desenvolver seu autoconhecimento?

Talvez essa seja a questão principal relacionada ao autoconhecimento: como desenvolvê-lo? Adiantamos que a base de tudo é a paciência e auto observação.

Comece com questionamentos simples:

  • O que me incomoda?
  • O que me motiva?
  • Quais são meus limites?
  • Eu me respeito?

Se conhecer é se questionar. Quantas vezes você já se perguntou sobre quais limites internos você está ultrapassando para agradar os outros? Ou se o que anda fazendo é em prol de benefício próprio? A base do autoconhecimento, além da paciência, é o constante questionar-se.

Outro tópico importante é fazer o outro conhecer você. E isso só é possível quando se aprende a dizer não. É uma tarefa difícil, nós sabemos, mas é necessário. Dessa forma, consegue mostrar o seu limite ao outro e reafirmar para si mesma.

Não tema retaliação, ficar sozinha ou deixar de ser amada. Alguém que está ao seu lado apenas esperando “sim” o tempo todo, não a ama e não se importa de verdade. Valorize-se e diga não quando a situação não agradar.

Ter novas experiências também faz parte do autoconhecimento. Mesmo que ela venha de um “não” respondido ao outro. Dessa forma, você sai da sua área de conforto e olha para novos horizontes. Expanda sua mente, seu coração e suas experiências.

A mudança, claro, dá medo. Mas como vai iniciar o processo de autoconhecimento se quer continuar frequentando os mesmos lugares, lendo os mesmos livros e falando com as mesmas pessoas? Mude hábitos, aparência e opinião, seja você mesma.

Aliás, com tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo, é preciso um tempo só seu. Nessa hora você vai refletir sobre as mudanças, experiências, coisas que gosta e o que te desagrada. Vale até fazer uma meditação e um exercício de relaxamento. Só não vale deixar para pensar depois em tanta coisa.

Mergulhe em você para conhecer o resto do iceberg

Infográfico do autoconhecimento

Tudo que fazemos no dia a dia e como reagimos ao que está à nossa volta é só a ponta do iceberg. Como assim?

Nós somos o produto de várias experiências que tivemos ao longo da vida. E também somos produto do querer dos outros. Por exemplo, falar sempre baixo pois a mãe acredita que mulheres devem ser sempre delicadas.

O mistério está em saber que experiências são essas e por que nos influenciam até hoje. É nessa hora que a prática do autoconhecimento ganha força. Dessa forma conseguimos entender o porquê de reagirmos de uma forma específica aos estímulos do mundo.

Está complicado? Vamos dar uma força. Imagine que você trabalha em uma empresa e seu colega puxa seu tapete, roubando sua ideia e apresentando ao chefe como se fosse dele. 

Sua reação ao descobrir foi correr e chorar, pois está se sentindo traída e injustiçada. Por que reagiu dessa forma ao invés de ir conversar com o chefe e com o colega?

Buscando nas origens, você lembra de uma situação similar. No passado, quando criança,  seu irmão costumava botar a culpa em você de coisas que ele fazia e você é quem ficava de castigo no lugar dele.

Por meio do autoconhecimento, provavelmente a reação pela puxada de tapete no trabalho fosse outra. Como já se conhece, sabe que são situações diferentes e que, agora, tem voz para se defender.

Mergulhar no autoconhecimento é saber que suas reações são apenas a ponta do iceberg. O que tem por baixo do seu passado é o que conduz seu presente. Dessa forma, você consegue colocar a mão no volante e conduzir sua vida novamente.

Exercícios para a mente, o corpo e a alma

Tentar fazer todo processo de autoconhecimento sozinha é possível e muitas já conseguiram. No entanto, o ideal é ter um apoio externo para orientar de forma assertiva, como por exemplo:

  • Psicoterapeuta;
  • Coaching (os de verdade, com formação séria!);
  • Esotéricos do Iquilibrio especializados em autoconhecimento;
  • Meditação guiada por profissionais da área;
  • Fazendo o Curso Vida Livre, que tem foco em constelação familiar. Ele faz entender que somos resultado de sonhos e expectativas de nossas famílias, mas que isso não pode dominar a nossa vida;
  • Yoga e meditação.

Notou que todos os itens citados trabalham a introspecção e a reflexão. São momentos íntimos que virão à tona (sai do fundo do iceberg e fica na linha d’água) que você vai entender muito melhor.

A combinação de meditação com yoga traz muitos benefícios, não só para o corpo, mas para o processo de autoconhecimento. Dá até para fazer uma analogia entre equilíbrio para realizar as posturas e o equilíbrio mental para manter-se concentrada.

Veja o vídeo abaixo sobre os benefícios da yoga no seu processo de autoconhecimento e aumento da consciência corporal.

O autoconhecimento é um aprendizado constante

Não pense que essa habilidade vai ser conquistada uma vez e acabou por aí. O autoconhecimento é alimentado pelo aprendizado constante e pela observação.

Dessa forma, vamos dar mais duas super dicas que irão ajudar muito:

  • Manifeste se exercite mais a gratidão;

  • Ame e se permita amar. O amor cura tudo e ajuda no autoconhecimento.

Espero que tenha gostado e tenha aprendido a praticar o autoconhecimento. Se gostou dessa matéria, provavelmente vai curtir essas aqui:

Grande beijo e até a próxima! ✨