Início Astrologia Astrologia e Arquétipos: Uma Perspectiva Jungiana

Astrologia e Arquétipos: Uma Perspectiva Jungiana

0
514

 

Há milhares de anos, a astrologia busca interpretar a influência dos corpos celestes na vida humana. Embora frequentemente vista com um certo ceticismo pela ciência, a astrologia mantém um lugar de destaque nas culturas ao redor do mundo, principalmente por seu uso de arquétipos. Isso mesmo! Neste artigo, você vai compreender melhor a relação entre astrologia e arquétipos. E acredite: muita coisa vai passar a fazer mais sentido a partir de agora!

                                                                                       Por WeMystic Brasil


O que são arquétipos?

Índice do Conteúdo

O conceito de arquétipo foi popularizado pelo psicólogo suíço Carl Jung. Ele descreveu os arquétipos como padrões universais de comportamento e pensamento que residem no inconsciente coletivo, uma camada da psique compartilhada por toda a humanidade. Esses arquétipos manifestam-se em mitos, contos de fadas, religiões e, evidentemente, na astrologia.

Os arquétipos são figuras ou símbolos recorrentes, como o Herói, a Grande Mãe, o Sábio e o Trapaceiro, que representam aspectos fundamentais da experiência humana. Eles fornecem uma linguagem simbólica rica para entender os comportamentos, emoções e pensamentos humanos.

Faça uma leitura personalizada do seu mapa e saiba usar as energias que te cercam a seu favor!


A Astrologia e os Arquétipos

Na astrologia, os signos do zodíaco, os planetas e as casas astrológicas também são carregados de significados arquetípicos. Cada signo do zodíaco, por exemplo, é visto como uma expressão de um arquétipo específico. Veja quais são eles e, para ter um panorama mais assertivo sobre a sua personalidade, confira também o arquétipo relacionado ao seu signo lunar e ascendente:

Áries: O Guerreiro

Como primeiro signo do zodíaco, Áries é a representação do início e das iniciativas. Além disso, regido por Marte, o deus da guerra, a constelação carrega consigo o arquétipo do Guerreiro, ou seja, aquele que luta por seus objetivos, mostrando coragem e determinação. Este arquétipo está ligado à ação, liderança e energia. Pessoas com forte influência de Áries em seus mapas tendem a ser pioneiras, assertivas e cheias de entusiasmo.

Touro: O Construtor ou O Jardineiro

Touro é associado à estabilidade e ao prazer dos sentidos. O arquétipo do Construtor é aquele que valoriza a segurança, a paciência e a persistência. Esse arquétipo está relacionado com a apreciação do mundo material e a busca de conforto e beleza. Indivíduos taurinos costumam ser práticos, confiáveis e focados em alcançar resultados tangíveis.

Gêmeos: O Comunicador

Gêmeos é simbolizado pelos gêmeos, representando dualidade e versatilidade. O arquétipo do Comunicador é curioso, adaptável e intelectualmente ágil. Este arquétipo valoriza a troca de ideias e a comunicação eficaz. Pessoas com influência de Gêmeos são frequentemente vistas como espirituosas, sociáveis e habilidosas em multitarefas.

Câncer: O Cuidador ou A Mãe

Câncer é o signo da nutrição e do lar. Regido pela Lua, o signo do caranguejo possui o arquétipo do Cuidador, um perfil profundamente emocional e protetor. Ele está associado ao cuidado, à sensibilidade e ao instinto de proteger e nutrir os outros. Os Cancerianos são conhecidos por sua empatia, intuição e forte conexão com as emoções e, especialmente, com a família.

Leão: O Rei ou O Artista

Leão é governado pelo Sol, simbolizando brilho, criatividade e auto-expressão. O arquétipo do Rei é aquele que lidera com autoridade e generosidade. Este arquétipo está ligado à autoestima, ao carisma e à capacidade de inspirar os outros. Quando associados ao arquétipo do Artista, vemos os Leoninos que assumem o protagonismo de suas próprias vidas, que são  frequentemente vistos como confiantes, dramáticos e apaixonados.

Virgem: O Curador ou O Servidor

O signo de Virgem é associado à análise e ao serviço. O arquétipo do Curador, ou do Servidor, é detalhista, prático e dedicado à melhorar, sempre. Esses são arquétipos que valorizam a perfeição, a saúde e a eficiência. Indivíduos virginianos tendem a ser meticulosos, organizados e profundamente comprometidos com a ajuda e o cuidado dos outros.

Libra: O Diplomata

Libra é o signo do equilíbrio e da justiça. O arquétipo do Diplomata é focado na harmonia, na cooperação e nas relações justas. Diante de um signo também regido por Vênus (assim como Touro), este arquétipo valoriza a beleza, a arte e a parceria. Librianos são conhecidos por sua capacidade de ver os dois lados de uma situação, sendo sociáveis, charmosos e diplomáticos.

Escorpião: O Transformador

O intenso Escorpião é também associado à transformação. Portanto, o arquétipo do Transformador é profundo, misterioso e regenerador. Ele está conectado com a capacidade de  lidar com crises e de renascer das próprias cinzas. Pessoas influenciadas por Escorpião são muitas vezes vistas como passionais, determinadas e com uma capacidade intensa de introspecção.

Sagitário: O Explorador

Sagitário é o signo da expansão e da busca por conhecimento. O arquétipo do Explorador é aventureiro, filosófico e sempre em busca de novas experiências. Por isso, é natural que valorize a liberdade, a verdade e a sabedoria. Sagitarianos são frequentemente otimistas, abertos ao novo e com um forte desejo de explorar o mundo e suas diversas culturas.

Capricórnio: O Estrategista

Capricórnio é associado à ambição e à disciplina, não à toa é regido por Saturno. Como arquétipo, temos o Estrategista, um perfil focado, perseverante e organizado. São pessoas que valorizam o sucesso, a responsabilidade e o trabalho árduo. Conhecidos por sua determinação, os capricornianos têm uma maior capacidade de planejamento e habilidade para alcançar metas a longo prazo.

Aquário: O Visionário

Aquário é o signo da inovação e da individualidade. O arquétipo do Visionário é progressista, independente e humanitário, que levanta as bandeiras da originalidade, da liberdade e da igualdade. Frequentemente vistos como excêntricos, os aquarianos são intelectualmente avançados e têm uma forte visão de futuro para a sociedade.

Peixes: O Sonhador

Por fim, Peixes é associado à sensibilidade e à espiritualidade. O arquétipo do Sonhador é compassivo, intuitivo e imaginativo, prezando por conexão espiritual, empatia e a criatividade. Os piscianos são conhecidos pela profundidade das suas emoções, pela capacidade de se conectar com o inconsciente coletivo e pela tendência a se perder em seus próprios sonhos e fantasias.

A Aplicação dos Arquétipos na Astrologia

O uso de arquétipos na astrologia oferece uma rica camada de interpretação. Quando alguém analisa seu mapa natal, está explorando como os diferentes arquétipos se manifestam em sua vida. Por exemplo, um indivíduo com Sol em Leão e Marte em Áries pode ser visto como alguém que tem forte presença arquetípica do Rei e do Guerreiro, sugerindo uma personalidade dominante e combativa.

Além disso, a astrologia permite uma compreensão dinâmica dos arquétipos. Trânsitos planetários e progressões podem indicar períodos em que certos arquétipos se tornam mais proeminentes, ajudando as pessoas a transitar por diferentes fases da vida com maior consciência.

Basicamente, a Astrologia e os arquétipos formam uma combinação poderosa, proporcionando uma rica tapeçaria de símbolos e significados para a exploração da experiência humana. Ao entender e aplicar esses conceitos, podemos obter reflexões mais profundas sobre nós mesmos e o mundo ao nosso redor, reconhecendo que, por trás das estrelas, há uma linguagem universal que fala diretamente ao coração da nossa psique.

Rate this post

Estamos Online