Início Astrologia As 13 luas e seus encantamentos – Pela consultora Golpi

As 13 luas e seus encantamentos – Pela consultora Golpi

0
2717
lua

Ao largo de 26.000 anos de história, o homo sapiens tem seguido a lua e usado calendários lunares. A lua é errática e inconstante. É de natureza sutil e ilusória.

As pessoas nativas honravam a lua e frequentemente faziam cerimônias para reconhecê-la. A possibilidade de fazer cerimônias da lua é aquela que ainda está aberta para as pessoas de hoje. Cerimônias lunares são um ótimo lugar para as pessoas começarem a se sentir mais confortáveis ​​ao incorporar a cerimônia em suas próprias vidas.

Precisa de Ajuda? FALE AQUI com a consultora Gopi Yana e receba os Conselhos que Precisa!

Para acompanhar as mudanças sazonais, as pessoas nativas usavam o casco de tartaruga. A lua completa 13 ciclos lunares entre verões. Leva 28 dias para ir da lua cheia à lua cheia  Existem 13 grandes escudos ou seções encontrados no casco interior de uma tartaruga. Ao redor deles estão 28 escudos menores na casca externa. A casca da tartaruga se tornou a primeira forma de marcar um evento para o Povo nativo. Depois de cada lua cheia, uma pequeno placa óssea era contada até a próxima lua cheia (28 dias).

No início de cada lua, as histórias seriam contadas sobre os eventos que ocorrerão à partir da última lua cheia. Essas histórias eram passadas de geração em geração.

Cada lua recebeu um nome para um evento importante que ocorreria durante o seu ciclo lunar. Os nomes da lua variam de grupo para grupo devido às diferenças de clima, terreno ou eventos locais importantes.

Associadas à energias dos cristais e à força dos animais, podemos usar o poder de cada lua através de magias e curas para aspecto da nossa vida.

lua

Lua do Sol forte (13/12 a 9/1)

Pedra: Drusa de Citrino

Animal: Leão

Esta lua ensina a lei dos relacionamentos, sobre a família maternal e a nutrição e a importância das emoções. As qualidades que ela oferece, sobretudo sobre as leis que permeiam os relacionamentos, nos leva até a Deusa junto (a Hera dos romanos), considerada a padroeira dos casamentos e da família. O animal símbolo desta casa, o Leão, reforça este aprendizado.

Uma de suas lições é a importância da unidade do grupo e o cuidado com a família. A sua Medicina traz a afirmação do poder feminino e a força feminina do Sol (a energia geradora da vida), a força e a coragem que sai da sombra para brilhar. Assim também é o Citrino, pedra que acende o nosso sol interior, a nossa força emocional e de individuação. O Citrino é a pedra da realização pessoal auxilia na formação da personalidade e conscientização do Eu, da expansão e da plenitude. Ele promove o encontro claro e objetivo com o que somos e desperta o respeito pela nossa verdade, fazendo com que possamos assumir uma posição coerente e sincera diante de tudo na vida. Auxilia na elaboração das escolhas pessoais e a realizar o que realmente desejamos.

A Lua do Sol Forte traz uma ampliação da visão de mundo, o entendimento de que a vida não está limitada às dimensões do indivíduo, ganhando novo sentido quando ele se coloca e se sente dentro de um contexto cultural e social e que isto é preciso para que o homem possa se expandir (a possibilidade de tomarmos maior posse de nosso próprio ser) e crescer, inclusive fisicamente

Lua do Amadurecer dos Frutos (10/1 a 6/2)

Pedra: Quartzo Rosa

Animal: Rena

A Lua do Amadurecer dos Frutos traz a energia do rompimento com os padrões vigentes, de modo a se acessar, pelas mudanças e transformações geracionais, uma maior consciência transpessoal, harmonizando-nos com as energias e demandas do Universo e da própria vida. Há também um convite para que busquemos a nossa individualidade, instrumento necessário para romper com os padrões repetitivos de comportamento. E só assim se consegue atingir o novo e expressar a liberdade, pois ser livre é poder revelar ao mundo a pluralidade e diversidade do que somos na essência do nosso ser. No reino mineral, esta semente floresce no Quartzo Rosa, a gema que dissolve os antigos padrões da dor, dos traumas e mágoas.

O Quartzo Rosa ensina a trabalhar com o centro do coração, a demonstrar afeição, encarar temores, desenvolver a capacidade de liderança. Esta gema combate a angústia, a depressão e equilibra as questões afetivas, inspirando e mantendo a harmonia, tanto interna quanto externa. Mas a sua característica mais importante é fazer o trabalho do resgate da carência afetiva. A Rena, totem animal, traz a Medicina do Poder do Amor, suavidade e bondade. A Rena ensina que para a Criação não existe bom e mau. Luz e trevas se integram para que surja o equilíbrio do nascimento.

Lua da Colheita (7/2 a 6/3)

Pedra: Quartzo Fume

Animal: Lagarto

Esta Lua está relacionada com o mundo das emoções humanas, fantasias, desejos e sonhos e ensina sobre a imparcialidade, de decisões justas, bom senso, perseverança, confiança e habilidade para analisar. Ela é a transcendência das limitações físicas, incluindo-se no todo. Assim, revela sobre o não-preconceito, a anti-discriminação que, por exemplo, permite incluir, de uma forma natural, os aspectos considerados marginais (pobreza, miséria) e o seres alijados pela estrutura social (idosos, mendigos, órfãos, prostitutas, drogados).

Também se incluem nesta lua fantasias e devaneios, bem como a aspiração pelo divino, conexão com o sagrado, como uma forma de alcançar o amor despersonalizado, o amor universal que envolve todos os seres e todas as coisas, sem julgamento de valor. Estas são as energias que nos tornam sensíveis e empáticos com os problemas do mundo e das pessoas, e dão acesso à criatividade e potencializam as expressões artísticas. Assim é que o Quartzo Fume se apresenta como a gema do ajustamento, que ajuda a entrar em harmonia com nosso corpo, coração, vida e mundo. Esta é a pedra que traz a justiça e o discernimento. E uma pedra boa para resgatar a segurança e despertar a consciência de saber onde está pisando. Transmite uma sensação de apoio e faz com se fique de bem com a vida.

O Totem é o Lagarto. Este animal põe o limite entre o inundo dos sonhos e o tempo real, dando-nos a clareza para interpretarmos as mensagens e sinais que recebemos em nosso cotidiano. Ele também revela a prudência e sabedoria no seu modo de agir, uma vez que está sempre alerta e sintonizado com o ambiente ao seu redor, seja para atacar ou para se defender.

Lua da Plantação do Milho (7/3 a 3/4)

Pedra: Olho de Falcão Vermelho

Animal: Puma

A Lua deste período traz a positividade e a habilidade da conquista. Nela conhecemos aquilo que gostamos e como fazer para tê-lo revelando uma potencialização da energia Yang (masculina) do Sol que se expressa por um sentimento saudável e natural que é a raiva compreendida como um aceleramento orgânico que nos possibilita defesa e prontidão de resposta. A raiva honesta, sincera, verdadeira e que, uma vez extravasada, permite o alívio e a adoção de uma postura amorosa verdadeira. Esta lua também está ligada à conquista e ao desempenho sexual, considerada como a única possibilidade individual de experimentar o desejo, bem como a maneira pessoal de expressar o eu quero.

O Puma Totem dessa lua é símbolo da coragem e valentia no combate. Traz em si a energia do líder, daquele que conduz sem coerção, pois reconhece que todos são senhores de seu próprio caminho. Conectar-se com o Puma é reconhecer e aceitar toda a coragem pessoal, força e poder que ele oferece. É o tempo de firmar convicções. O Olho de Falcão Vermelho, pedra desta casa, é uma gema de mudanças. Vem firmar reprogramações, propósitos e traz os esclarecimentos necessários para estabelecer novos objetivos e metas alicerçadas.

Lua do Tempo Quando os Alces Trocam de Calhadas (4/4 a 1/5)

Pedra: Cornalina

Animal: Serpente

Esta Lua também é chamada de Lua Escura ou da Transformação. Esta Lua sinaliza o momento propício para reavaliar os nossos padrões amorosos. Ela traz o ensinamento sobre como lidar com o dinheiro, com as posses, e, sobretudo, como, a partir do princípio do desejo e do juízo de valor estabelecido (gosto ou não gosto), ter aquilo que amamos, queremos ou definimos como uma necessidade. Rege também as relações afetivas e amorosas e a forma como damos e recebemos carinho e amor. Reafirma o conceito da inter-relação, pois não há vida sem que haja relacionamento. Por isto, o seu Totem é a Serpente, aquela que tanto traz a morte, quanto o renascimento, a cura. a ressurreição, iniciação, sabedoria e transmutação. Símbolo da sexualidade — energia que tanto pode cristalizar quanto fazer florescer a criação e a vitalidade.

A gema correlata desta lua é a Cornalina, também simboliza a ressurreição, o sangue, a virtude e os poderes mágicos de Isis. Ela é a gema da Terra e pode ajudar e ensinar a moldarmos um espaço pessoal na vida, utilizando nosso poder interior no mundo físico. É como uma âncora que nos prende ao mundo e à vida real, estimulando a criatividade assertivamente, ou seja, canalizando a energia para a concretização das realizações possíveis

Lua das Longas Noites (2/5 a 29/5)

Pedra: Turquesa

Animal: Alce

Nesta Lua, vinculada a Mercúrio, o Planeta da comunicação, está o convite para dissolvermos os bloqueios que cristalizam a verdadeira fala de nossa expressão e de nossa alma. Ela revela o modo como pensamos e a forma como nos comunicamos com nós mesmos e com o mundo. Ela ensina que ao tentarmos entender algo ou alguém reduzimos a nossa experiência às dimensões já conhecidas. As energias da Turquesa, gema símbolo do encontro entre o Pai Céu e os fluidos da Mãe Terra, as águas profundas do seu útero, os mares. A união harmoniosa e sagrada entre o mental e as emoções é onde nasce a expressão verdadeira, a fala íntegra e a auto-estima.

A Turquesa é uma das gemas de cura da nossa expressão criativa e estima pessoal. O Alce é um grande auxiliar se temos dificuldade em nos expressar. Ensina este Totem que esta faculdade, sobre a qual exerce grande domínio, precisa acontecer sempre de forma clara, limpa e que no processo de comunicação há um momento certo para apenas ouvir e um outro para falar. Quando ouvimos atenta e corretamente não desperdiçamos energia repetindo o que já foi dito ou reagindo em vez de dar a resposta pedida.

Lua do Grande espírito (30/5 a 26/6)

Pedra: Rubi

Animal: Baleia

A grande lição desta Lua é o conhecimento de que tudo é Sagrado e que o Grande Espírito está em nós. A conexão com o Sagrado é feita pelo conhecimento do nosso mundo e verdade interna. Este espírito é a ponte que nos liga ao Criador, o Grande Mistério. Quando caminhamos com integridade e em estado de oração, respeitando e zelando pela Mãe Terra, nossas relações e afinidades na Natureza, estamos em harmonia com o espírito do Sagrado. O Rubi, fortalece a intuição e a iniciativa no pensar, confere energia, coragem, paixão e vitória, repele inimigos e enfermidades, fortalece o coração, acalma dores e a agitação, purifica o ar, além de proteger contra inundações, raios e tempestades.

Usada na água propicia a cura física de enfermidades como a febre, tuberculose e prevenção do aborto, combate a preguiça e a melancolia e restaura a juventude. Ele favorece o amor intenso e a paixão. O animal desta casa é a Baleia, que traz as qualidades da Criação, poder do som, despertar interior e guardiã da memória do Planeta. Ela é o arquivo da história da Mãe Terra e, contam as tradições, foi trazida pelos ancestrais da Constelação Sírius a Nação das Estrelas.

A Baleia ensina a importância da expressão individual e do som de cada Ser. O maior mamífero da Terra convida a entrar no silêncio da fala para se conectar com o som interno pessoal e buscar harmonizá-lo com o Grande Espírito. Também está relacionada à ressurreição. Contatar a Baleia é resgatar o som primal —a força instintiva de sobrevivência que há dentro de cada ser humano, embora adormecida pela convivência das ditas sociedades civilizadas —, que antecede à expressão da linguagem.

Lua da Renovação da Terra (21/6 a 25/7)

Pedra: Crisopraso

Animal: Beija-flor

Esta Lua traz a clareza, a adaptação, a prudência e sabedoria, manifestadas na tríade Poder, Luz e Consciência. Ela revela de que maneiras nosso Eu vai se manifestar de modo a se tornar autoconsciente e senhor de si, ou melhor, como o Sol que revela o caminho que devemos perseguir para tomarmos a posse de nós mesmos. Esta lunação está relacionada à força e energia solar, presente no Signo de leão, símbolo da vitalidade básica, da luz interna e autoconsciência.

A gema que ganha poder nessa lua é o Crisopraso, e que exerce, na realidade, uma forte influência lunar. Atua ensinando às pessoas que se cobram pelos menores insucessos e exigem demais dos outros a serem mais doces consigo mesmas, a se dar colo, melhorando o conceito que têm de si, a se aceitar e se entender melhor afetivamente, minimizando o autojulgamento e o sentimento de culpa. O Totem desta casa, o Beija-flor, é um convite à alegria, ao êxtase e ao amor. É ele que ensina: trazer a energia amorosa para o coração é pôr alegria na Vida e em tudo que se faz A sua Medicina inclui o conhecimento do uso das flores, fragrâncias, cores e qualidades para a Cura. Suas penas são usadas para a sedução amorosa e reforçar a abertura do coração, favorecendo o amor como nenhuma outra Medicina.

Relaciona-se ainda com a estética. O gosto pelo belo, pela organização/arrumação de ambientes.

Lua da Purificação (27/7 a 22/8)

Pedra: Madeira Petrificada

Animal: Lontra

Esta lua auxilia a desenvolver habilidades físicas, a descobrir talentos, a ter coragem, a ser humanitário e a cultivar sua face mais suave e gentil. A Lua da Purificação também está ligada à energia solar e nos faz conscientes da força deste astro e de que podemos dar vazão ao nosso brilho e à luminosidade que possuímos se nos expressamos de forma criativa, espontânea e verdadeira. Ela se relaciona ainda com o timo, responsável pela formação e estruturação do sistema imunológico, nossa intimidade e o senso do Eu sou Eu.

Na sua pedra símbolo, a Madeira Petrificada, encontramos o convite para fazermos, todo o tempo, o pacto da troca o dar e o receber na dança da evolução natural da vida. Aprender com esta pedra é fazer o caminho da evolução pela vivência, pelo exercício, o refletir. Suas dádivas são a sabedoria e a calma. Com características semelhantes, a Lontra se encaixa à Madeira Petrificada incorporando a esta Lua a energia feminina em sua maior expressão, atuando indistintamente sobre homens e mulheres, despertando sentimentos de doação e continência.

Lua dos Grandes Ventos (23/8 a 19/9)

Pedra: Olho de Falcão Azul

Animal: Gavião

Esta Lua fala sobre a necessidade de se aceitar as emoções sem condicioná-las a um entendimento lógico e racional. Acolher os sentimentos e as oscilações naturais do emocional, sem a necessidade do entendimento prático de modo a exercer o controle sobre os sentimentos e as emoções.

Esta lunação revela que podemos, pelo exercício do desapego, superar a angústia consequente do medo do descontrole emocional. Quando nos prendemos ao desespero de exercer controle sobre qualquer situação, sentimentos ou emoções, terminamos por drenar a ansiedade para o corpo físico, somatizando esta transferência com problemas gastrintestinais.

A gema Olho de Falcão Azul tem como objetivo atingir a perspectiva adequada em assuntos ou em situações da vida no dia a dia. Trata-se de uma pedra que busca ainda uma profunda paz e cura no tocante às realidades físicas. Nas situações em que pensamos e falamos apenas como se estivéssemos andando em círculo, sem sair do lugar, ela auxilia a encontrar o fio da meada e a prosseguir, pois traz discernimento e ajuda a pensar e perceber mais claramente, com o olhar arguto do animal que lhe dá o nome. Fisicamente, cuida das dislexias e problemas cerebrais referentes à fala e à comunicação. É usada ainda contra mau olhado e doenças oculares.

O Falcão ou Gavião traz ensinamentos sobre energia, sua intensidade, catalisação de mudanças, audácia e otimismo.

Lua do Florescer das Árvores (20/9 a 11/10)

Pedra: Rodocrosita

Animal: Porco-espinho

A Lua desta época diz que para termos sucesso nos relacionamentos é preciso estar constantemente disponível como aprendiz na arte de se relacionar e consciente sobre o quanto somos responsáveis pelas nossas relações interpessoais, vez que elas só refletem nossas escolhas e padrões internos. Ela nos convida a rever a forma como nos relacionamos, os padrões amorosos, como nos posicionamos no mundo como damos e recebemos —, a reconhecer os mecanismos que usamos para incluir estas relações em nosso cotidiano e a ver como isso influencia o nosso padrão energético.

O Porco-espinho convida à alegria e a brincadeira, a admirar o mundo a cada novo dia, como uma nova aventura, a nos maravilharmos a cada instante. A Rodocrosita, a gema que ensina a lidar com o amor em nossa vida diária. A energia de ambos nos conecta com a inocência da criança, despertando o senso de humor e honrando as belezas da vida. A Rodocrosita traz o reconhecimento de nossa própria beleza pela tomada de consciência do nosso valor pessoal, por meio de situações do cotidiano, da beleza do outro e do ambiente que nos cerca. Ela é a pedra que aquece o coração e nos conscientiza da ternura e do amor e que temos coisas boas e motivos para sermos amados. Quem a procura busca a cura, seja física ou emocional.

É boa para pessoas com problema de autodesvalorização. Desperta sentimentos ternos de amor (é uma pedra de Vênus), põe as pessoas em posição de espírito afetuosa e estado de felicidade, incentiva o pensamento criativo, estimula o sistema imunológico atuando sobre a glândula timo

Lua do Retorno dos Sapos (16/10 a 14/11)

Pedra: Cianita

Animal: Castor

Como a Lua do Retorno dos Sapos ensina sobre a perseverança, a paciência e a praticabilidade, associá-la à Cianita é fazer a conexão com a força interior inabalável, a firmeza de posicionamento e de estruturas, ainda que o exterior passe uma ideia de fragilidade.

Por tudo isso algumas tradições chamam esta casa de Lua do Crescimento. Esta Lua também fala de morte e renascimento. Energeticamente, este período expressa a capacidade humana de possuir reservas de forças e se relaciona aos processos regenerativos. Refere-se ainda à energia sexual básica (de sustento da vida), chamada pelos hindus de Kundalini, e que pode levar à iluminação (regeneração) ou à destruição, a depender do seu uso. O Castor é o construtor de sonhos, aquele que mostra a importância de sonhar e de concretizar os projetos. E ensinando a importância de partir para a ação, ele mostra as qualidades da perseverança, paciência e praticabilidade.

O Castor trabalha por etapas, em grupo, construindo caminhos e trazendo alternativas aos projetos que constrói. Assim como a Cianita, gema símbolo desta casa, excelente para aliviar tensões, favorece o relaxamento quando estamos sob pressão, clareando o raciocínio, abrindo caminho para nos conectarmos com a percepção.

A Cianita tem caminhos, tanto na cor — azul e branca — quanto na estrutura. Pode ser usada para abrir os canais de comunicação entre duas pessoas e como calmante (acalma o ensinamento e reduz o nível de tensão e estresse). Mas esta Lua traz outra questão: o desapego. Ela revela que o fluxo da vida é de uma mudança constante, o que nos pede uma postura de estar sempre aberto ao novo o próprio Universo se cria e recria a todo instante e a eterna mutação é o único ponto permanente, desapegado de tudo que passou ou se tornou velho.

Lua do Vôo dos Patos (15/11 a 12/12)

Pedra: Olho de Tigre

Animal: Tigre

As lições desta Lua falam sobre como mostrar afeição física, como ser confortável na matéria e no espírito e dar entendimento aos relacionamentos em grupo. Para tanto, esta Lua fala de expansão a necessidade de aumentar o campo energético, explorar e contatar outras realidades e outros seres e crescer. Nesta lua desenvolvemos o sentido de crença ou fé que pode ser ampliado à medida que entramos em contato e tomamos conhecimento de outras culturas e padrões sociais, com a ressalva de que aqui religião não se confunde com práticas místicas.

O Tigre é símbolo de coragem e de força. Se perseguido, ele até pode fugir por um momento, mas sempre voltará para enfrentar o seu agressor, sem medo. Aliás, medo é um sentimento que este animal não conhece. Predador noturno, sua energia está ligada não misticismo das Luas Nova e Cheia.

Todas estas qualidades se expressam no reino mineral na pedra Olho de Tigre. Sua missão é a transformação, mostrando-nos, pela conscientização, a sombra e a luz de nossa própria alma.

O Olho de Tigre reflete o dourado (luz) simbolizando a força pessoal, a integridade e a capacidade de trazer o Céu à Terra. Esta união da luz e da sombra é que desenvolve a força de vontade. Indicada para pessoas distantes da realidade concreta, incapazes de manifestar seu desejo pela ação. Também aquieta e harmoniza os pensamentos após as mudanças necessárias e ajuda na compreensão dos processos. Esta gema ajuda nas situações em que é preciso olhar e ver, principalmente quando precisamos ver as várias nuanças de uma questão para termos uma posição imparcial.

Saiba um pouco mais sobre a consultora Gopi Yana

Uma grande estudiosa e praticante do esoterismo, a Gopi é a o tipo de consultora que realiza um atendimento completo, fazendo desde a previsão assertiva, a orientação e a terapia para o alcance do equilíbrio perfeito na vida do consulente. Quer conhecer mais sobre sua história e conhecimentos? Então clique aqui e aproveite para agendar a sua consulta!

Confira Aqui os Produtos e Atendimentos Especializados da Consultora Gopi Yana